in

Jogador de futebol desabafa após perder a filha de 4 anos atingida por armário: ‘Dor é grande. Estou sem Chão’

G1/Montagem

Luiz Paulo Santana, que é jogador de futebol, está extremamente abalado com o trágico acontecimento que atingiu sua família. Ele perdeu a filha, de apenas quatro anos de idade, em um acidente doméstico, após a pequena ter sido atingida pelo armário da cozinha. O fato aconteceu nesta última segunda-feira, 18 de janeiro, na cidade de Itu, que fica localizada no estado de São Paulo.

Publicidade

Em uma entrevista concedida ao G1, o jogador, extremamente abalado, revelou detalhes sobre o terrível acidente que vitimou a filha, Lohany Luiza Monteiro de Lima. Na residência moravam com o atleta, a esposa e a filha. Inclusive, a esposa do atacante está grávida do segundo filho do casal, que vai se chamar Luiz Miguel.

Sofrendo com a perda, o pai disse que aprendeu muito com a pequena durante esses quatro anos. Ele também falou sobre o quanto a filha era amorosa.

Publicidade

Luiz contou que a família estava de mudança e limpava o apartamento em que moravam para que pudessem voltar para o estado do Alagoas. Enquanto a faxina era feita, a garota acompanhava tudo. Eles já haviam comprado passagens para partir na noite desta terça-feira, 19 de janeiro.

Publicidade

Após limpar o armário da cozinha, que ficava preso junto a uma mesa e era solto na parte de cima, o jogador pediu para que a menina ficasse longe dos móveis, porém, algum tempo depois, escutou um forte barulho, mas sem choro. Foi quando a tragédia aconteceu. Ele acredita que a menina tenha batido no pé da mesa, o que ocasionou a queda do armário que deve ter se soltado do encaixe.

Publicidade

O móvel era muito pesado e caiu em cima da cabeça da garotinha. Desesperado, ele tentou socorrer a menina, mas o armário caiu ainda mais sobre ela. “No primeiro impacto, ela já desmaiou. Puxei o corpo e ela já estava mole”, relatou o jogador.

A família acionou o resgate e apesar de todos os esforços dos socorristas, a garotinha não sobreviveu e acabou morrendo na Santa Casa de Itu. “A dor é muito grande. Estou sem chão”, desabafou o jogador. O time que o atacante jogava, o Ituano lamentou a perda inesperada da família e afirmou que tem dado apoio ao casal nesse momento tão doloroso.

Publicidade
Publicidade