in

Diagnosticado com Covid-19, dono da Havan criticou isolamento e causou aglomerações; mãe dele está na UTI

Yahoo! Notícias

Conhecido nacionalmente, o empresário Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan, está internado após ter sido diagnosticado com a Covid-19. A informação foi veiculada na tarde desta terça-feira (18), pelo jornal Folha de S. Paulo. Além de Hang, que é apoiador declarado do presidente Jair Bolsonaro, a esposa e a mãe do empresário estão com a doença, – esta última se encontra em estado mais delicado, por integrar o grupo de risco do coronavírus.

Publicidade

Segundo o periódico, Regina Modesti Hang, de 82 anos, também está internada na mesma unidade do filho e da nora, o Hospital Sancta Maggiore, no Morumbi. Contudo, a idosa tem um quadro mais grave e está na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). 

Polêmicas de Luciano Hang

Ao longo dos últimos meses, Luciano Hang se envolveu em diversas polêmicas acerca do cenário de pandemia que o Brasil vive. Contrário às medidas de restrição e do isolamento social, o empresário chegou a duvidar dos impactos da doença. 

Publicidade

“Quantos daqui pegaram coronavírus? Dois? Ok. Quantos tiveram problemas graves com o coronavírus? Estamos de portas abertas, tem gente trabalhando direto com o cliente, no caixa, e tá tudo bem”, disse o empresário, em uma gravação exibida para os funcionários em novembro. 

Publicidade

No mês seguinte, Hang se envolveu em outra polêmica quando a prefeitura do município de Pelotas, no Rio Grande do Sul, decidiu interromper as atividades não essenciais por cinco dias. Na oportunidade, o empresário liderou um protesto contrário à decisão e promoveu aglomeração.

Publicidade

Meses antes, mais precisamente em outubro, quando a pandemia do coronavírus assolava o Pará, Hang chegou a inaugurar mais uma de suas lojas, e a abertura da unidade em Belém protagonizou uma aglomeração sem precedentes. Diversos vídeos que circularam nas redes sociais causaram impacto pela quantidade de pessoas presente no local.

Publicidade
Publicidade