in

Exclusivo: homem que agrediu humorista Evandro Santo tira a própria vida

g1

Em outubro de 2019, o humorista Evandro Santo foi agredido violentamente em uma casa de espetáculos em Marília, no interior de São Paulo. O ex-integrante do Pânico fazia uma apresentação na cidade. O momento estava bem divertido, e a plateia gargalhava durante o stand up comedy, até que o clima ficou pesado quando o eterno Christian Pior fez uma brincadeira com um homem da plateia, dando-lhe um selinho. Tudo fazia parte de um quadro do espetáculo chamado Tinder – em alusão ao aplicativo de relacionamentos.

Publicidade

Ao término do show, este mesmo rapaz procurou Evandro no banheiro e, de forma surpreendente, o agrediu violentamente com uma série de socos. “Saí tão passado que fui direto para o hotel. Não apanho desde os 13 anos de idade, por qualquer motivo“, desabafou o humorista na época dos fatos.

O caso foi registrado no DHPP (Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa) em São Paulo como crime de homofobia, situação que passou a ser criminalizada por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) com base na lei dos crimes de racismo.

Publicidade

De acordo com informações obtidas com exclusividade pela coluna, o humorista chegou a receber R$ 30 mil de indenização pelo ocorrido. Quem se responsabilizou pelo pagamento da quantia foi a família do agressor.

Publicidade

A coluna apurou, também, um triste acontecimento envolvendo a vida deste homem que golpeou o comediante. Recentemente, ao se jogar contra um caminhão, ele tirou a própria vida. Não se sabe mais informações sobre os motivos que o levaram a tomar a atitude drástica.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Bruno Tálamo

Bruno Tálamo é jornalista de formação e, atualmente, colunista do programa A Tarde é Sua da RedeTV!. Começou a carreira como locutor de rádio até migrar para a televisão. Com passagens pela Band e RecordTV, é considerado uma das principais revelações do colunismo de celebridades.
Siga no Instagram: @brunotalamo