in

Renata Vasconcellos volta ao Jornal Nacional e Bolsonaro é desmentido ao vivo

Agência Brasil / Reprodução Globo

Renata Vasconcellos retornou das férias e voltou a apresentar o Jornal Nacional ao lado de William Bonner. Entre as notícias levadas ao ar pela jornalista na edição do JN esteve uma envolvendo o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e a vacina contra a Covid-19 produzida pela Pfizer.

Publicidade

A doença causada pelo coronavírus já matou mais de 200 mil pessoas em todo o Brasil e a grande esperança dos brasileiros é a vacina. Milhões de pessoas já foram vacinadas em diversos países. Por aqui, a situação está emperrada. Renata voltou ao Jornal Nacional e Bolsonaro foi desmentido ao vivo.

Uma declaração do presidente foi divulgada no JN. Bolsonaro afirmou que o Brasil tem 210 milhões de habitantes e que é um grande mercado consumidor de qualquer produto. Para o Chefe do Executivo, os laboratórios teriam que estar interessados em vender a vacina para o Brasil.

Publicidade

Antes de a reportagem ir ao ar, Renata Vasconcellos já deu o tom do que seria exibido. “A Pfizer divulgou hoje uma nota em resposta a uma declaração do presidente Jair Bolsonaro a respeito de uma suposta falta de interesse dos laboratórios de venderem vacinas para o Brasil. A Pfizer desenvolve uma vacina contra a Covid em parceria com a Biontech e afirma que a Anvisa demanda análises específicas e mais tempo de preparação”, disse a âncora do JN.

Publicidade

Em seguida, entrou no ar a reportagem com a declaração de Bolsonaro e a resposta da Pfizer. Em nota, a empresa afirmou que as exigências da Anvisa requerem mais tempo. A Pfizer também disse em nota que já submeteu os resultados da fase 3 dos estudos à Anvisa. A Pfizer, de acordo com reportagem do Jornal Nacional, quer sim vender vacina para o Brasil.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!