in

Fala de Nicette Bruno em 2011 sobre reencarnação vem à tona: “Não termina no túmulo”

Reprodução/Globo

Um dos maiores nomes da televisão brasileira, Nicette Bruno faleceu na manhã deste domingo (20) e entristeceu os brasileiros. Vítima de Covid-19, ela tinha 87 anos de idade e mais de 75 anos de carreira.

Publicidade

Espírita, a atriz carioca concedeu uma entrevista em 2011 onde falava sobre sua relação com a morte e na crença de uma passagem para a reencarnação. Em publicação do portal do canal Band, foi relembrada a fala da veterana.

Segundo a própria, sua visão e compreensão era que “a vida não começa no berço e não termina no túmulo”. Na ocasião, uma entrevista ao Jornal da Tarde, Nicette afirmou que considerava o envelhecimento um processo natural e que a doutrina espírita servia como um ponto de equilíbrio.

Publicidade

Esposa de Paulo Goulart, falecido em 2014, Nicette Bruno afirmou ainda que o espiritismo nunca foi algo estranho para ela: “Há continuidade para o espírito, o processo reencarnatório”, disse.

Publicidade

A veterana ainda chegou a afirmar que considerava a reencarnação uma continuidade para evolução de conhecimento. No vídeo abaixo, com maior riqueza de detalhes, Nicette explica como o espiritismo norteou sua vida.

Publicidade

Comentários nas redes sociais

Os internautas relembraram a entrevista de Nicette e desejaram que a atriz esteja em um bom lugar: “É uma aula de vida e espiritismo”, comentou um internauta. “Claramente um espírito evoluído. Que os de luz te guiem”, escreveu um outro usuário do Twitter.

O vídeo da atriz falando sobre o espiritismo ultrapassou as 400 mil visualizações no YouTube.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Matheus Feitosa

Escrevo sobre TV, famosos e entretenimento desde 2011.

A atenção nos detalhes é o que nos faz prosperar.