in

Drama! Travesti chamada de Fofão clama por ajuda para remover silicone industrial que se espalhou pelas bochechas

metropoles

A travesti Juju Oliveira ainda vive um drama em sua vida. Em julho deste ano, ela resolveu sair do anonimato e se expor nas redes sociais. Um pedido desesperado por socorro. Ela, que trabalha na rua como garota de programa, fez um apelo para poder remover o silicone industrial colocado em seu rosto, deixando-a deformada.

Publicidade

Na verdade, Juju queria apenas deixar as maças do rosto com mais volume. Não imaginou que o produto causaria esse estrago. Porém, uma operação da qual a gaúcha necessita custa, em média, R$ 45 mil. Com a ajuda de algumas pessoas e campanhas realizadas na internet, até o momento foram arrecadados “apenas” R$ 8 mil, cerca de 20% da quantia almejada.

“Preciso de, no mínimo, R$ 45 mil e não consegui esse valor. Com esse valor arrecado, não vou conseguir me operar. Estou muito arrependida. E preciso de uma cirurgia para retirar as bochechas e o excesso do silicone, que está descendo para o pescoço. Gostaria que um cirurgião me ajudasse de graça, já que não tenho dinheiro para pagar”, lamentou em suas redes sociais.

Publicidade

Silicone industrial

O silicone dito industrial, que tem aspecto oleoso, se injetado no organismo pode gerar diversas anomalias, seja na hora da aplicação ou com o passar dos anos, como deformações, dores, dificuldades para caminhar, infecção generalizada, embolia pulmonar e, até mesmo, a morte.

Publicidade

Vários casos de pessoas que fizeram uso do produto foram registrados nos últimos anos. A substância é proibida para fins estéticos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Bruno Tálamo

Bruno Tálamo é jornalista de formação e, atualmente, colunista do programa A Tarde é Sua da RedeTV!. Começou a carreira como locutor de rádio até migrar para a televisão. Com passagens pela Band e RecordTV, é considerado uma das principais revelações do colunismo de celebridades.
Siga no Instagram: @brunotalamo