in

Danilo Gentili comove em desabafo e faz revelações impactantes: ‘As drogas acabaram com minha família’

Instagram - Danilo Gentili

Sucesso absoluto no programa The Noite, do SBT, o apresentador Danilo Gentili concedeu uma entrevista exclusiva para a turma do podcast Flow na última sexta-feira (11). Ao longo de mais de duas horas de bate-papo, o humorista falou sobre diversos assuntos, entre eles os problemas com drogas na família.

Publicidade

Aberto, Gentili revelou detalhes impactantes dos efeitos das drogas em sua família. Questionado se já havia utilizado entorpecentes alguma vez, o apresentador disse que não, e explicou o motivo, citando a experiência negativa que ele se deparou na família quando ainda estava na transição para a fase adulta. 

“Eu nunca tive curiosidade nenhuma de experimentar qualquer tipo de droga. É uma coisa minha. Eu cresci numa rua, numa família, minha família era muito legal, muito unida, era pobre, mas era unida, até que a droga entrou na minha família. Meus tios, minhas primas começaram a usar e a família foi pro saco, destruiu minha família. Então, eu cresci vendo isso. Na minha rua também, e a quando a ‘molecadinha’ cresceu e começou a traficar ficou muito ruim. O registro que eu tenho é que nunca achei que seria algo bom pra mim”, desabafou o apresentador. 

Publicidade

História com a prima

Ainda sobre o assunto de drogas, Danilo contou a história de uma prima, que chegou a morar com ele e os pais. Aos 17 anos, a moça resolveu de casar, contudo não sabia que o companheiro era usuário ativo de drogas. Ela que não fazia nenhum tipo de uso de drogas e sequer consumia bebidas alcoólicas, acabou mergulhando no vício com o esposo, chegou a ser estuprada por conta de dívidas do marido com traficantes, e apresentou inúmeros problemas psicológicos.

Publicidade

Embora os pais de Danilo ainda tenham tentado trazer a jovem para a casa deles novamente, a jovem, já tomada pelo vício, não passava muito tempo com eles e voltava para o marido e o mundo das drogas. 

Publicidade
Publicidade