in

Exclusivo: Justiça atrasa processo de Thiago Martins e leva bronca do ator após erro no cartório

Revista Quem

O ator e cantor Thiago Martins deu um puxão de orelha na Justiça depois que descobriu que um erro no cartório o prejudicou e atrasou o andamento (seis meses) de uma ação que ele move contra uma produtora.

Publicidade

O artista teve conhecimento conhecimento no Carnaval de que estaria circulando em um site a venda de ingressos do seu show no camarote “Allegria”, na Sapucaí, sendo que em nenhum momento foi contratado para este evento. O pior: Thiago só tomou conhecimento, pois esteve prestes a perder um trabalho, uma vez que o verdadeiro contratante era o camarote vizinho. Até explicar que ele não tinha envolvimento com o caso, ele chegou a receber um e-mail de distrato do show com o camarote certo, por supostamente ter fechado um show com o camarote rival no mesmo dia. Este colunista conseguiu com exclusividade:

O artista ingressou na Justiça e alegou que o camarote vizinho ao que havia lhe contratado fez uma usurpação indevida da sua imagem com finalidade comercial e enriquecimento ilícito. Como não foi contratado para prestar serviços neste evento/camarote, relatou à Justiça estar extremamente preocupado, pois muitos de seus fãs foram ludibriados e compraram os ingressos achando que ele iria cantar naquele camarote. O ator pede uma indenização não inferior a R$ 50 mil.

Publicidade

Thiago Martins muda de advogado e Justiça não percebe documento 

A empresa se defendeu no processo e minimizou a questão. Disse que os danos morais e materiais não poderiam ser tão grandes. Entretanto, não soube explicar por qual motivo anunciara o show do cantor sem que ele tivesse sido contratado, e o pior: sabendo que ele tocaria no camarote ao lado. Mas antes que Thiago Martins pudesse ler a defesa da empresa para contestar, a Justiça não percebeu que o ator havia protocolado um pedido de troca de advogado para receber as intimações e comunicações, com um novo endereço, e deu andamento ao processo intimando o antigo advogado nos antigos endereços, e com isso foram seis meses até que o ator percebesse o motivo da demora. Por consequência do erro do cartório, ele pediu a nulidade de todos os atos do processo, uma vez que o real advogado não estava acompanhando e participando. 

Publicidade

Thiago Martins já era do mundo da música, cantando no coral da igreja, mas só em 2014 lançou seu primeiro álbum homónimo de trabalho. 

Publicidade

Além de sua primeira música de trabalho, intitulada “Tira Minha Paz”, o disco conta ainda com a participação especial de Ivete Sangalo que divide os vocais com Thiago na romântica faixa e segundo single, intitulada “Reprise”. A música “Adeus”, foi composta por ele em parceria com seu amigo, Mika, depois que quase perde seu irmão, vítima de bala perdida, no morro do Vidigal, onde viveu toda a vida. 

Publicidade

Escrito por Alessandro Lo-Bianco

Passou pelas redações da BandNews, Editora Abril, Jornal O Dia, Rádio CBN, Jornal O Globo e RecordTV. Autor de 11 livros, é atualmente colunista do programa A Tarde é Sua da Rede TV! Tem nove prêmios de Jornalismo, dois cachorros e é pai de menina.
Instagram: @AlessandroLoBianco