in

Filha de Beyoncé é criticada: ‘nepotismo’, ‘vergonha’ e ‘sem sentido’

Blue Ivy - Dazed

Blue Ivy Carter, a primeira filha do casal Beyoncé e Jay-Z está indicada para o Grammy pela primeira vez. A menina, de oito anos de idade, aparece nomeada pelo feat com sua mãe, no vídeo Brown Skin Girl. Beyoncé foi indicada para melhor videoclipe e o nome de sua filha também está creditado como artista em nome próprio. Muitos fãs não gostaram e estão mesmo deixando várias críticas contra a família Carter e o Grammy, nas redes sociais.

Publicidade

Filha de Beyoncé indicada para o Grammy 

O Grammy para o melhor videoclipe é concedido aos artistas, bem como ao diretor e produtor do videoclipe. A verdade é que Blue Ivy também participa no vídeo e, entende o Grammy, ela aparece como artista e não apenas como atriz. No videoclipe Brown Skin Girl, Beyoncé celebra a cor de pele negra nas mulheres poderosas. Então, celebridades como Lupita Nyong’o, Naomi Campbell e Kelly Rowland também participaram do vídeo. 

Enquanto isso, Blue Ivy dá uma performance vocal que abre e fecha a música. A menina está listada como co-compositora da música ao lado de Beyoncé, Jay-Z, Wizkid, SAINt JHN e outros, para surpresa geral. Esse videoclipe faz parte do álbum Black Is King, que valeu nove indicações ao Grammy para a cantora Beyoncé. A premiação está agendada para o dia 31de janeiro. 

Publicidade

Comentários mostram indignação contra Grammy 

Nas redes sociais são muitas as pessoas comentando a indicação de Blue Ivy Carter. As pessoas estão julgando o Grammy, falando que o prêmio já foi importante,  mas está perdendo credibilidade com esse tipo de ações. Outros falam que é “nepotismo”, considerando que a menina está sendo beneficiada por ser filha de Beyoncé. 

Publicidade


“Me dá um tempo”, “Nepotismo no seu pior. O Grammy deveria ter vergonha de si mesmo”, “O prego final no caixão do Grammy”, “Nepotismo deve ser muito divertido”, “Os Grammy são um monte de lixo. Absolutamente nenhuma credibilidade”, “Oh, por favor, que vergonha”,
ou “Isso é um absurdo completo, sem sentido”, são alguns dos muitos comentários sobre a indicação da filha de Beyoncé no Grammy. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade