in

Ator João Vicente é impedido de alugar imóvel por dívida de financiamento que nunca fez

Meia Hora

O ator João Vicente de Castro descobriu que seu nome estava negativado na praça e devendo um financiamento ao banco que nunca havia feito. A forma como o artista descobriu foi bem constrangedora, pois ocorreu durante a negociação de um imóvel que João estava fechando para alugar.

Publicidade

João estava negociando o aluguel de um imóvel que desejava ocupar e, após uma pesquisa da imobiliária no sistema de Crédito, recebeu a notícia de que seu nome estava negativado no Serasa. Completamente surpreso e certo de que haveria algum equívoco, João Vicente entrou em contato como banco indicado no relatório do Serasa para obter mais informações e confirmou a existência da inscrição do suposto débito junto ao banco, relativo a um contrato de financiamento sob o nº 003010780119516K.

Constrangido com a situação, o ator afirmou que nunca firmou qualquer contrato de financiamento com o banco e, como se observa, na condição de pessoa pública dependia da preservação do seu nome e sua imagem, razão pela qual disse sempre ter honrado com todos seus compromissos financeiros. 

Publicidade

João Vicente ingressa na Justiça contra o banco e é indenizado

Depois de inúmeras tentativas de contato infrutíferas com a agência bancária, o ator entrou com uma ação na Justiça chamada “ação declaratória de inexistência de débito com indenização por danos morais”. Indignado, relatou ao juiz que havia entrado em contato com o banco, informou o desconhecimento da dívida e solicitou cópia do contrato. Porém, passado um tempo sem resposta começou também a receber cartas de cobrança, o que lhe deixou mais constrangido ainda. Além disso, passou a receber diárias e incessantes ligações de cobrança pelo débito inexistente. 

Publicidade

A situação ficou insustentável quando João descobriu que em face do problema estaria impedido de financiar com outros bancos ou realizar negócios, principalmente como o aluguel pretendido. Como consequência diz que sua vida foi afetada financeiramente, assim como sua integridade e sua honra perante uma pessoa pública.

Publicidade

No processo, João Vicente ainda alegou que o banco não agiu com a devida cautela que sua atividade exige, mormente por permitir que uma terceira pessoa, utilizando o seu nome, firmasse contratos alheios a sua vontade, causando-lhes enormes prejuízos e transtornos. Ainda sim finalizou dizendo que entrou em contato com banco, passou o número do suposto contrato pedindo uma cópia e que nada foi feito, nenhuma providência havia sido tomada.

O banco se defendeu e disse que apenas liberou o financiamento, mas que os dados estariam concentrados com a loja que solicitou o financiamento em nome do ator junto ao banco, mas não soube apontar que loja era e muito menos onde estaria o contrato de financiamento. Por isso, a Justiça condenou o banco determinando a exclusão do nome de João Vicente dos cadastros restritivos de crédito e condenou a instituição financeira ao pagamento da indenização por danos morais no valor de R$ 10 mil.

O ator Iniciou sua carreira artística no conhecido canal do YouTube denominado Porta dos Fundos, produtora da qual é sócio fundador, destinada à criação e veiculação de obras audiovisuais em geral, dentre as quais vídeos de humor de curta duração para veiculação prioritária na internet. Seu último trabalho como ator na televisão foi no ano de 2018, quando integrou o elenco da novela Espelho da Vida, na Rede Globo, interpretando o protagonista Alain. Atualmente, integra o time de apresentadores do programa Papo de Segunda, exibido pelo canal GNT. 

Publicidade
Publicidade

Escrito por Alessandro Lo-Bianco

Passou pelas redações da BandNews, Editora Abril, Jornal O Dia, Rádio CBN, Jornal O Globo e RecordTV. Autor de 11 livros, é atualmente colunista do programa A Tarde é Sua da Rede TV! Tem nove prêmios de Jornalismo, dois cachorros e é pai de menina.
Instagram: @AlessandroLoBianco