in

Durante audiência, testemunha diz que filha biológica de Flordelis atirou na genitália de Anderson do Carmo

Jornal O Dia | Divulgação

Nesta sexta-feira (11), ocorreu mais uma audiência sobre o caso da morte do pastor Anderson do Carmo. O marido de Flordelis foi executado a tiros em junho do ano passado na residência da família em Niterói, Rio de Janeiro. Dois dos filhos da deputada já estão presos pelo crime. Flordelis e outros familiares também foram indiciados pelo Ministério Público.

Publicidade

De acordo com as investigações, o pastor foi vítima de uma emboscada armada pela família. A deputada seria a mentora intelectual do crime. Durante as audiências, inúmeras testemunhas de acusação e defesa seguem prestando depoimento sobre o caso.

Segundo o Jornal O Dia, uma testemunha afirmou que a filha biológica de Flordelis teria participado efetivamente da execução do pastor. Simone, que também chegou a se relacionar amorosamente com Anderson, teria atirado contra a genitália do marido da mãe. Ela teria efetuado os disparos junto a Flávio, outro filho biológico da deputada.

Publicidade

Quem confirma a história é Vivian Silva, que frequentou a igreja de Flordelis por anos. Vivian afirmou que ouviu a história da boca de Cristiana dos Passos, esposa do pastor Carlos Ubiraci, um dos filhos da deputada. Cristiana, que estava do lado de Vivian, negou a conversa, mas afirmou que a lei do silêncio era regra na casa da família, e que nada era feito sem o aval de Flordelis.

Publicidade

A Justiça determinou que a deputada fosse submetida ao uso de tornozeleira eletrônica. Flordelis não chegou a ser presa devido à imunidade parlamentar inerente ao cargo que ocupa. A pastora segue negando assassinato do marido e garante que provará sua inocência.

Publicidade
Publicidade