in

Luto na música: morre de Covid-19 um dos maiores sambistas do Brasil

Montagem Diogo Marcondes / Foto Ipok

O mundo do samba e da música está de luto no Brasil. Morreu nesta sexta-feira (11), aos 80 anos, Ubirany Félix do Nascimento, do grupo Fundo de Quintal. Ele estava internado em um hospital do Rio de Janeiro depois de ter sido diagnosticado com a Covid-19, doença causada pelo coronavírus.

Publicidade

Ubirany faz parte da história do samba no Brasil. Ele foi o responsável por introduzir o repique de mão no ritmo musical. O instrumento ficou historicamente ligado ao grupo Fundo de Quintal por causa de Ubirany. Aos 80 anos, ele fazia parte do grupo de risco para a Covid-19.

Nos anos 1970, Ubirany foi um dos fundadores do grupo Fundo de Quintal, por onde passou grandes nomes da música brasileira, como Arlindo Cruz e Sombrinha. O Fundo de Quintal emitiu nota lamentando a morte de Ubirany.

Publicidade

“A assessoria informará, posteriormente, questões sobre velório e sepultamento do sambista. Pedimos respeito ao luto de amigos e familiares, que se manifestarão em momento oportuno e espontâneo”, afirmou a assessoria do grupo de samba.
Por ter morrido de Covid, tudo deve acontecer de maneira rápida e com muitas restrições.

Publicidade

Covid-19 já matou quase 180 mil brasileiros

A doença causada pelo coronavírus fez muitas vítimas fatais no Brasil. Desde março, quando o primeiro óbito foi registrado no país, quase 180 mil pessoas morreram. Esta marca deve ser atingida entre hoje e amanhã. O país é o segundo no triste ranking de óbitos por causa da doença. Entre as vítimas, estão muitas pessoas famosas. Recentemente, a morte do ator Eduardo Galvão, de 58 anos, causou comoção no meio artístico nacional. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!