in

Eduardo Galvão tinha problema de saúde que complicou quadro de Covid; detalhe é revelado

Reprodução Globo

Eduardo Galvão foi internado com Covid-19 no final do mês passado, depois de procurar atendimento no Hospital Unimed Rio, na Barra da Tijuca, zona oeste da cidade. Quando deu entrada na unidade de atendimento, ele estava com 50% do pulmão comprometido pela doença causada pelo coronavírus.

Publicidade

Na terça-feira (1º), Eduardo Galvão foi entubado e encaminhado à unidade de terapia intensiva (UTI). Nos últimos dias, o ator chegou a apresentar melhora no quadro de saúde, que voltou a piorar. Ontem à noite (07) o artista não resistiu e morreu.

Eduardo Galvão era hipertenso

Jovem, ativo, sorridente e simpático. Aos 58 anos, Eduardo Galvão não fazia parte do grupo de risco da Covid-19 por causa da idade, mas havia uma comorbidade que o colocava neste grupo de pessoas que devem tomar ainda mais cuidados em relação à doença causada pelo coronavírus.

Publicidade

Eduardo Galvão era hipertenso. A hipertensão é caracterizada pelo aumento na pressão arterial. Em casos mais graves, é recomendado o tratamento com remédios indicados pelos médicos. Alimentos com menos sódio também são indicados, já que o sal eleva a pressão arterial.

Publicidade

Hipertensão, diabetes ou doenças respiratórias colocam as pessoas, independente da idade, no grupo de risco para a Covid-19. Embora não haja remédio que cure a Covid, é importante ir ao médico quando apresentar sintomas para esta doença. Em todo o Brasil, mais de 177 mil pessoas já morreram pela doença. O Brasil é o segundo país em número de mortes, atrás apenas dos Estados Unidos. Em todo o mundo, mais de 1,5 milhão de pessoas já morreram.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!