in

Fátima Bernardes está com câncer de endométrio; conheça 4 sintomas que as mulheres jamais devem ignorar

A apresentadora do Encontro Fátima Bernardes descobriu recentemente que está com câncer no útero. No entanto, a famosa não havia especificado qual o tipo de tumor maligno estava enfrentando. De acordo com uma reportagem do Fantástico que foi ao ar neste último domingo, 6 de dezembro, Fátima Bernardes, que comanda o programa Encontro, está com câncer de endométrio.

Publicidade

O câncer de endométrio é um dos tumores ginecológicos que acometem as mulheres com uma maior frequência. Geralmente, as mulheres com idade maior de 60 anos ou as que já fizeram menopausa estão mais propensas a ter a doença. Apenas 20%, ou menos dos casos de câncer de endométrio acometem mulheres na fase pré-menopausa. De acordo com a estatística, uma quantidade menor a 5% tem idade abaixo dos 40 anos. A boa notícia é que esse tipo de tumor tem alta taxa de cura.

O útero, órgão reprodutor feminino está situado no centro da pelve, tem continuidade com a vagina e está preso à bacia. O órgão é dividido em duas partes, colo do útero ou inferior e a parte superior ou corpo uterino. É justamente no corpo do órgão que existe uma camada que tem o nome de endométrio, parte que descama e sangra durante o ciclo. Conheça os sintomas de câncer de endométrio

Publicidade

Hemorragias e manchas

A maior parte das mulheres que são acometidas pelo câncer de endométrio tem como um dos sintomas o sangramento entre os ciclos ou após ter passado pela menopausa.

Publicidade

Corrimentos

Esse tipo de situação também pode ser um indício de tumor maligno, mesmo que esteja livre de sangue não quer dizer que a enfermidade não exista. Portanto, qualquer aumento de secreção fora do comum precisa ser investigado.

Publicidade

Dor pélvica

A dor na região pélvica, formação de alguma massa anormal na região também pode ser sinal de tumor no endométrio. Mas, vale ressaltar que esse tipo de sintoma ocorre quando o câncer está numa fase mais avançada.

Perda de peso

Esse sintoma pode estar ligado a outros tipos de tumor maligno e geralmente ocorre numa fase mais avançada da enfermidade. Por isso, é importante fazer os exames preventivos para que a doença seja descoberta numa fase inicial quando as chances de cura são muito maiores.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Shyrlene Souza

Redatora na web desde 2016, formada em ciências contábeis, apaixonada pela redação desde criança. Escrevo sobre assuntos diversos, famosos, maternidade e notícias que se destacam no Brasil e no mundo.