in

Bonner e Renata, do Jornal Nacional, são convocados pela Polícia e devem depor sobre caso Queiroz

William Bonner e Renata Vasconcellos, apresentadores do Jornal Nacional, foram intimados pela Polícia Civil do Rio de Janeiro a depor, na próxima semana, na Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI), no bairro de Benfica, zona norte do Rio.

Publicidade

Os jornalistas devem comparecer à delegacia para depor sobre suposto crime de desobediência à decisão judicial, após divulgarem informações sobre a investigação das “rachadinhas” do gabinete do então deputado estadual Flávio Bolsonaro, na época em que ele trabalhava na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).

Atualmente, Flávio é senador da República. A defesa do filho do presidente Jair Bolsonaro entrou na Justiça para que a Globo fosse impedida de divulgar informações sigilosas sobre esta investigação. A emissora divulgou, no mês passado, que o MP-RJ havia indicado Flávio Bolsonaro.

Publicidade

A defesa do senador entrou com queixa-crime contra Bonner e Renata; e agora o delegado Pablo Dacosta Sartori enviou intimação aos apresentadores do principal telejornal da TV brasileira. Eles terão que prestar depoimento, com data e o horário já marcados.

Publicidade

Bonner e Renata devem depor em delegacia do Rio

Editor-chefe e âncora do Jornal Nacional, William Bonner,  está com o depoimento marcado para a próxima quarta-feira (9), às 14h30. Renata também vai comparecer no mesmo dia, às 14h. De acordo com o UOL, se os jornalistas não compareceram poderão incorrer em “crime de desobediência, previsto no artigo 330 do Código Penal”. A Globo deve prestar todo apoio aos dois nesse momento.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!