in

Ex-É o Tchan, Jacaré faz revelação, relembra preconceito e destaque só para Carla Perez: ‘chorava no camarim’

Extra/Montagem

O grupo É o Tchan foi um grande sucesso no Brasil no final das décadas de 90 e começo dos anos 2000. Eles arrastavam grandes multidões em seus shows pelo país, além de serem figurinhas carimbadas nos principais programas de televisão, já que eram garantia de audiência nas atrações em que participavam.

Publicidade

Quem acompanhou o grupo certamente vai se lembrar de Edson Cardoso, conhecido popularmente como Jacaré. Ele era o coreógrafo e dançarino. Após anos, ele resolveu abrir o coração e fez uma revelação muito triste sobre a sua situação naquela época. “Teve muito essa coisa de achar que eu era gay pelo fato de estar rebolando e dançando”, disse durante a participação em uma live do Men do Not Dance.

Jacaré também expôs algo que poucas pessoas sabiam: ele relatou a maneira como era tratado nos programas de televisão quando se apresentava com o grupo. O ex-dançarino falou que quando eles apareceram em rede nacional todo mundo somente ia em cima da Carla Perez, não aparecia mais ninguém. O grupo era formado por quatro negros, mas somente davam notoriedade para a loura. “Todo o grupo ficava triste, muito triste. Poxa, a gente batalhou tanto, ensaiava, criava, e os caras fazem isso, jogava só para uma pessoa. Eu chorava no camarim”, desabafou dizendo que foi um dos primeiros momentos tristes.

Publicidade

Ele fez questão de ressaltar que a colega Carla não tinha nada a ver com isso, mas que era um problema da sociedade. Jacaré também falou que chegou a ter momentos de não querer ir à programas de televisão. A única coisa que gostaria era que as pessoas vissem a coreografia que passava horas criando, e não que as pessoas ficassem olhando para partes do seu corpo.

Publicidade

Atualmente, o ex-dançarino é casado e tem um casal de filhos. Desde 2016 ele mora no Canadá e fez questão de ressaltar que se aposentou da dança. Ele contou que a vida em Toronto é um grande desafio, principalmente em relação à língua.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Shyrlene Souza

Redatora na web desde 2016, formada em ciências contábeis, apaixonada pela redação desde criança. Escrevo sobre assuntos diversos, famosos, maternidade e notícias que se destacam no Brasil e no mundo.