in

Em vídeo, jornalista não aguenta emoção e se desmancha em lágrimas ao relatar morte de Maradona

terra

Um dos maiores apresentadores da televisão argentina, Guillermo Andino teve a triste incumbência de noticiar à população de seu país o falecimento de Diego Armando Maradona.

Publicidade

O jornalista estava ao vivo no comando do programa Informados de Todo, da América TV, quando deu a notícia aos telespectadores. Com a voz embargada de choro, não conteve a emoção e se desmanchou em lágrimas ao falar do craque. 

Em um determinado momento da cobertura do falecimento do ex-jogador, Andino não conseguiu prosseguir com sua fala, baixou a cabeça e deu voz a outro comentarista. Somente alguns minutos depois, ainda muito consternado, o apresentador voltou a se pronunciar: “Nunca pensei que um dia teria que dar essa notícia. Pensei que Diego iria enganar a morte”, declarou.

Publicidade

O país hermano vive o clima de total comoção após a perda de seu maior ídolo esportivo. Maradona é considerado muito mais que um grande jogador de futebol na Argentina. Além de ter vencido a copa do mundo do México em 1986, Dieguito proporcionou uma “vingança” aos ingleses ao derrotá-los nas quartas de final do torneio depois de uma atuação de gala. 

Publicidade

Essa vitória diante da Inglaterra não teve apenas um contexto esportivo, mas também político. Em 1982, a Argentina perdeu a guerra das Malvinas para o país europeu. Centenas de soldados argentinos morreram e o país viveu uma crise econômica terrível. O êxito em campo teve conotação de justiça divina, por isso o gol de mão de Maradona foi intitulado “la mano de Dios”, ou seja, a mão de Deus.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Bruno Tálamo

Bruno Tálamo é jornalista de formação e, atualmente, colunista do programa A Tarde é Sua da RedeTV!. Começou a carreira como locutor de rádio até migrar para a televisão. Com passagens pela Band e RecordTV, é considerado uma das principais revelações do colunismo de celebridades.
Siga no Instagram: @brunotalamo