in

Problema de saúde que levou à morte de Maradona pode ter ligação com o futebol, diz especialista

G1

Morreu nesta quarta-feira, 25 de novembro, o grande ícone do futebol mundial Diego Armando Maradona. A Argentina está em luto e o mundo compartilha da dor pela perda de um grande ídolo do futebol, que deixa sua marca na história do esporte. Diego Maradona morreu em decorrência de uma parada cardiorrespiratória.

Publicidade

Infelizmente, um dos maiores craques da seleção argentina já enfrentava sérios problemas de saúde, que foram agravados ao longo do tempo. Muitos dos problemas de saúde do atleta aconteceram em virtude do abuso de álcool e também do consumo de drogas.

Maradona chegou a falar abertamente sobre o problema que começou a atrapalhar a sua carreira. No ano de 1991, o jogador foi pego no exame de antidoping e, por isso, acabou sendo cortado da seleção de futebol da Argentina. Devido ao episódio, o craque ficou afastado por 15 meses do futebol.

Publicidade

Após esse momento conturbado, Maradona passou por outras complicações que acarretaram sobrepeso, problemas hepáticos e internações. Recentemente, o jogador passou por uma delicada cirurgia no cérebro. Inclusive, a morte aconteceu poucos dias após o procedimento. O médico Nabil Ghoraeb, que é cardiologista, afirmou que a parada cardiorrespiratória é consequência do problema de saúde anterior.

Publicidade

Maradona tem um grande histórico de problemas de saúde e procedimentos cirúrgicos. O ídolo argentino foi submetido a uma intervenção cirúrgica no cérebro no começo deste mês de novembro. O famoso teve um acúmulo de sangue na meninge. Contudo, a especialista Juliana Soares ressaltou que esportistas estão propensos a ter lesões na cabeça, que podem até mesmo provocar um pseudoaneurisma. O motivo está associado as frequentes pancadas que são muito comuns durante o futebol. “Esportistas acabam tendo muita lesão na cabeça e isso pode causar uma lesão nas artérias. Pode ocorrer e por muito tempo não acontecer nada”, explicou a médica.

Publicidade

Além desse procedimento, Maradona fez cirurgias no abdômen, joelho, ombro, cirurgia bariátrica, já foi hospitalizado devido à hepatite e até já teve um problema cardíaco no ano 2000, quando sofreu um ataque do coração.

Publicidade

Escrito por Shyrlene Souza

Redatora na web desde 2016, formada em ciências contábeis, apaixonada pela redação desde criança. Escrevo sobre assuntos diversos, famosos, maternidade e notícias que se destacam no Brasil e no mundo.