in

Maju Coutinho tem dia triste no Jornal Hoje, faz minuto de silêncio para Maradona e recebe críticas

Reprodução Globo

Maju Coutinho apresenta o Jornal Hoje diariamente, e há dias em que o telejornal está mais pesado. Na edição desta quarta-feira (25), além da cobertura da pandemia do coronavírus, que já matou mais de 170 mil pessoas no Brasil, o JH começou abordando a tragédia ocorrida no interior de São Paulo.

Publicidade

Um ônibus e um caminhão bateram e 41 pessoas morreram. Os feridos estão sendo atendidos no hospital de Taguaí. A notícia chamou a atenção. O ônibus prestava serviço para uma empresa têxtil da região. A princípio, nove mortes foram confirmadas. Depois subiram para 22 e, por fim, chegaram a 41.

Morte de Maradona altera Jornal Hoje

Quando o Jornal Hoje já estava no ar, Maju Coutinho recebeu a notícia da morte de Maradona. Esta passou a ser uma das pautas principais do telejornal. O ex-jogador argentino tinha 60 anos, completados em outubro, e se recuperava de uma cirurgia na cabeça.

Publicidade

Na manhã de hoje ele teve uma parada cardiorrespiratória e não resistiu. O destaque da notícia da morte de Maradona, por incrível que pareça, gerou algumas críticas a Maju Coutinho. Para alguns telespectadores, o telejornal estava dando mais espaço à morte do argentino do que à morte de dezenas de brasileiros.

Publicidade

O Jornal Hoje terminou em silêncio, sem tocar a trilha sonora da vinheta de encerramento, em homenagem ao ex-jogador e isso também gerou críticas. “Achei no mínimo deselegante o comentário de ‘é um dia triste, Maradona morreu’ como se as famílias dos mais de 40 mortos no acidente não existissem”, escreveu uma internauta.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!