in

Bullying e depressão: a triste história de Lizzie Velasquez, que foi chamada de ‘a mulher mais feia do mundo’

Instagram | Lizzie Velasquez

Lizzie Velasquez nasceu no ano de 1989 e desde cedo precisou enfrentar o preconceito e os olhares maldosos por parte das pessoas. Isto porque a jovem nasceu com uma doença congênita chamada síndrome de lipodistrofia marfanóide-progeróide. De acordo com o site UOL, somente Lizzie e mais uma pessoa sofrem com a síndrome no mundo.

Publicidade

Entre outros problemas, a doença impede que a jovem ganhe massa corporal, independente de sua dieta. Lizzie pesa cerca de 29kg e possui quase 0% de gordura corporal. Com apenas 31 anos de idade, Lizzie aparenta ser uma mulher mais velha.

A influencer também perdeu a visão do olho esquerdo, e tem problemas consideráveis no olho direito. Como se não bastassem os problemas de saúde, Lizzie ainda foi submetida a um terror psicológico desde sua infância quando passou a sofrer bullying na escola. Durante a vida adulta a história de dor e humilhações não mudou.

Publicidade

Aos 17 anos, um vídeo de Lizzie foi publicado no Youtube, e a jovem foi vítima de comentários maldosos recebendo o cruel apelido de “mulher mais feia do mundo”. A influencer decidiu criar forças em meio à dor e passou a lutar contra o cyberbullying, fazendo com que as pessoas trabalhassem mais a autoaceitação.

Publicidade

Publicidade

Atualmente, Velasquez utiliza suas redes sociais para promover ações contra o bullying. Ela se formou em comunicação na Texas State University e realiza palestras por todo o mundo. Lizzie também ganhou um documentário que conta a história de sua vida e escreveu livros com foco no público infantil.

Publicidade