in

Xuxa passa por segunda derrota consecutiva e Justiça autoriza Sikêra Jr. a chamá-la de ‘dona Maria’

Instagram Xuxa Sikêra Jr.

Durante mais um episódio da batalha entre Xuxa e Sikêra Jr. nos tribunais, a loira acabou sofrendo a segunda derrota seguida contra o jornalista. A apresentadora tinha solicitado com urgência que o funcionário da Rede TV fosse proibido de citar o seu nome na televisão, porém, a justiça interpretou o pedido como forma de censura e ainda liberou o uso de codinomes, como ‘dona Maria’ em referência a ela.

Publicidade

A juíza responsável pelo caso entendeu que a ação para impedir o comandante do Alerta Nacional de falar o nome de Xuxa nos programas, ou ainda fazendo referência a ela usando codinomes, como ‘dona Maria’ por exemplo, não deve ser acatado pela Justiça.

A magistrada apontou que não se pode aceitar a pretensão requerida, sob risco de censura indevida à liberdade de manifestação.

Publicidade

Essa foi a segunda vez que Xuxa saiu derrotada na Justiça em menos de uma semana. Na última quarta-feira(18), a artista perdeu em primeira instância o pedido para que o Alerta Nacional fosse tirado do ar, depois de ter sido chamada de pedófila por Sikêra Jr. no programa ao vivo. Os advogados de Xuxa recorreram de ambas as decisões que foram feitas em caráter de urgência.

Publicidade

Durante o programa de ontem (23), o apresentador comemorou a vitória parcial contra a ‘rainha dos baixinhos’, e avisou que não irá mas citar o nome dela no seu programa, segundo ele, a loira só está querendo se promover com o caso.

Publicidade

A batalha na Justiça ainda irá prosseguir. Depois das acusações de Sikêra, a loira está pedindo para que o título de jornalista do apresentador seja cassado e que ele venha ser demitido da Rede TV, além de pagar uma indenização de meio milhão de reais para ela.

Publicidade
Publicidade
Publicidade