in

Revoltada, filha de João Alberto participa do ‘Encontro’, na Globo, e desabafa: ‘Aquilo não se faz com ninguém’

Reprodução - TV Globo

O programa Encontro, da TV Globo, comandado por Fátima Bernardes, recebeu nesta segunda-feira (23), Thaís, filha de João Alberto, homem que foi espancado e morto por dois seguranças em uma unidade do supermercado Carrefour, em Porto Alegre, na última quinta-feira (19), véspera do Dia da Consciência Negra.

Publicidade

Na conversa com Fátima, Thaís disse que tomou conhecimento da morte do país através de ligações e chegou a receber os vídeos dele sendo agredido, que nesta altura já tinham se tornado públicos.

“Me ligaram avisando sobre os vídeos que estavam rolando na internet. Eu recebi [os vídeos]. Horrível, né?“, disse a filha de João Alberto.

Publicidade

Ainda no programa, Thaís aproveitou para desabafar sobre o ato de violência sofrido pelo pai, e apontou exagero dos seguranças, independente de haver alguém certo ou não.

Publicidade

“Senti raiva porque aquilo não se faz com ninguém, mesmo que a pessoa seja certa ou errada. Não precisava de toda daquela agressividade deles”, disparou a filha de João Alberto.

Publicidade

O laudo inicial da perícia apontou asfixia como causa da morte do homem de 40 anos. 

Repercussão

Um dia após a morte de João Alberto, inúmeros protestos e manifestações foram realizadas em unidades do Carrefour espalhadas pelas capitais brasileiras, como São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Fortaleza, e na loja em Porto Alegre, onde o crime aconteceu. Em alguns casos houve depredação de lojas.

A morte do soldador se tornou notícia na imprensa internacional, sendo repercutida inclusive na França, país de origem do Carrefour. Sempre envolvido em causas de combate ao racismo, o piloto britânico Lewis Hamilton se pronunciou nas redes sociais, lamentando o ocorrido.

Publicidade
Destaque: Mulher quase é presa por emagrecer demais! Confira
Publicidade
Publicidade