in

Vítima da Covid-19, famoso cantor passou um mês batalhando contra a doença em UTI de hospital

Imagem Ilustrativa | Divulgação

Figura conhecida na música nordestina, o cantor e compositor pernambucano, Louro Santos, se tornou mais uma vítima fatal da Covid-19. O artista de 49 anos estava internado há cerca de um mês na Unidade de Terapia Intensiva de um hospital em Recife, batalhando contra a doença, mas acabou não resistindo e morreu na noite do último domingo (22).

Publicidade

A notícia da morte foi confirmada nas redes sociais do artista e por familiares. Bastante querido, Louro Santos recebeu inúmeras homenagens. Por conta do falecimento ter sido por Covid-19, não haverá velório, em função dos protocolos sanitários. O enterro ocorrerá nesta tarde na capital pernambucana.

Trajetória

Louro Santos era uma referência para os músicos mais jovem que iniciam a carreira no forró. Além da cantar, o artista também era instrumentista, passando inclusive por várias bandas, como Aveloz e Forró da Malagueta, e compositor, tendo escrito vários sucessos como “Te Encontrei”, “Virou minha cabeça”, e “Retrato”.

Publicidade

Compositor renomado, Louro Santos fez parcerias com nomes exponenciais do forró como Calcinha Preta e Saia Rodada, além de escrever sucessos que a cantora Joelma deu voz. 

Publicidade

Natural de Goiana, Zona da Mata de Pernambuco, Lourisval Oliveira Santos nasceu no dia 3 de junho de 1971, e era casado com Nathália Santos há mais de 20 anos. Juntos, o casal teve três filhos, um deles Victor Santos, que resolveu seguir a carreira do pai, e desde pequeno já dividia palco com Louro Santos, e conseguiu se consolidar na vida artística. Até o fechamento desta matéria, Victor ainda não havia se pronunciado publicamente em suas redes sociais. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade