in

Pedro Medina sofre abuso no final de O Que a Vida me Roubou

Reprodução/Televisa

Durante toda a novela O Que a Vida me Roubou, o vilão Pedro Medina pintou e bordou. Ele fez coisas terríveis, levou diversas pessoas ao sofrimento e até pior, muitos morreram por culpa dele. Mas o carma é implacável e, no final da novela mexicana, ele pagará por todos os erros que cometeu da pior forma possível.

Publicidade

Após sequestrar os filhos de Montserrat e colocar suas vidas em risco, além de matar Alessandro e ser responsável pela morte de José Luis, o malvado será preso. Mas o simples fato de ir para a cadeia não será o único mal que ele sofrerá, pois lá ele viverá um verdadeiro inferno. Os outros presos cometerão uma série de violências contra ele.

Pedro sofrerá abusos e violências no fim de O Que a Vida me Roubou

Com aval dos próprios policiais, detentos irão invadir a cela de Pedro e espanca-lo. Além disso, o vilão será abusado. A cena é muito forte e deve ser cortada pelo SBT, assim como aconteceu na primeira exibição. No México, a cena foi exibida na íntegra, já que lá a novela tinha exibição às 21h da noite. Ainda assim, o público mexicano ficou chocado.

Publicidade

O último capítulo de O Que a Vida me Roubou será exibido na segunda-feira (23) e seu fim não será triste somente para os vilões. Com veiculação de um final inédito, Alessandro morrerá por conta do tiro que recebeu e Pedro, diferente do desfecho original, em que o mocinho sobrevive e aparece junto a Montserrat no velório de José Luis.

Publicidade

O público tende a ficar insatisfeito com o desfecho da trama, pois nas redes sociais muitos já vem reclamando da confirmação de que o final inédito será exibido. Porém, há também quem elogie. Deve-se recordar que o SBT fez o mesmo no fim da reprise de Teresa, exibindo a morte da protagonista, enquanto originalmente ela terminava feliz com o mocinho Arthur.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Tiago Santos

Estudante de Jornalismo. Especialista em televisão. Atuando como redator há seis anos, com passagem em diversas plataformas. Meu contato é: bringbacknashville@gmail.com