in

Modelo mirim desaparecida é encontrada, admite fuga e acusa os pais de maus-tratos

UOL | Divulgação

No último sábado (21), os pais da modelo mirim E. D., de 14 anos, registraram um boletim de ocorrência pelo desaparecimento da filha. De acordo com os tutores da menor, eles notaram seu desaparecimento após latidos de cachorro durante a madrugada. Ao chegarem no quarto da filha, notaram a maçaneta no chão e desconfiaram que poderia se tratar de um sequestro.

Publicidade

Porém, de acordo com a polícia, a versão seria outra. Ainda na noite de sábado (21), a adolescente foi encontrada e confessou que teria fugido de casa por vontade própria e estava na residência de uma amiga. A menor alegou que sofria maus-tratos por parte dos pais, e que já teria denunciado o fato ao Conselho Tutelar.

Segundo o órgão, tudo está sendo acompanhado de perto e a menor está em um local seguro, que não pode ser divulgado. Ainda de acordo com a coordenadora do Conselho Tutelar, de fato, existe uma investigação em andamento sobre possíveis maus-tratos, por parte dos pais da adolescente.

Publicidade

Em entrevista à equipe do site UOL, a mãe da menor afirmou que não teria sido comunicada sobre seu aparecimento pela polícia, e que ficou sabendo pela mídia. “Ninguém da polícia nos avisou de nada. Fomos ao Conselho Tutelar e não pudemos ver a E. Agora nos informaram que vão entrar com o pedido para que a gente perca a guarda dela”, disse a mãe da menor.

Publicidade

Segundo a mulher, ela e o marido descobriram que a filha estaria tirando e publicando fotos íntimas nas redes sociais. O casal teria passado a monitorar o computador da menor, o que teria gerado uma série de desentendimentos. A família chegou a iniciar uma campanha nas redes sociais, pedindo ajuda para encontrar a menina.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade