in

Maju Coutinho diz no fim do JH o que faria na sexta-feira à noite: ‘Tô doida pra ver’

Reprodução Globo

Maju Coutinho repercutiu no Jornal Hoje a morte de João Alberto Silveira Freitas, de 40 anos, homem negro morto por seguranças de uma unidade do Carrefour em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. O crime aconteceu na quinta-feira (19) à noite e repercutiu em todo o Brasil no Dia da Consciência Negra.

Publicidade

O Brasil parou para acompanhar os detalhes do caso que revoltou muita gente e gerou uma onda de protestos. Durante o JH, Maju deu diversas notícias sobre o caso e contou detalhes da morte de João Beto, como a vítima era conhecida por seus amigos e familiares.

João Beto foi ao Carrefour com a esposa. Entrou no local com vida e saiu de lá morto, dentro de um carro do Instituto Médico Legal. Ele foi espancado pelos seguranças Magno Braz Borges
e Giovane Gaspar da Silva. Um deles era policial militar temporário.

Publicidade

Maju revela no fim do JH o que faria à noite 

No fim do Jornal Hoje, Maju Coutinho revelou o que faria à noite. “E hoje depois da novela A Força do Querer, a Globo vai exibir o especial Falas Negras. Tô doida pra ver”, disse a jornalista, dando a entender que estaria em casa assistindo ao especial da Globo.

Publicidade

A emissora decidiu levar ao ar o programa que homenageia diversas figuras negras importantes para a história do Brasil, como o advogado Luís Gama. A vereadora Marielle Franco, morta em 2018, também foi homenageada no programa especial exibido no Dia da Consciência Negra. Durante à noite, enquanto a Globo exibia o Falas Negras, manifestantes se reuniam em algumas cidades protestando contra o supermercado Carrefour.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!