in

Programa na Globo, mudança e arrependimento: o passado de Luiz Bacci que até ele tenta esquecer

Reprodução: YouTube

Luiz Fernando Elui Bacci, mais conhecido como Luiz Bacci, é um dos mais queridos apresentadores da TV brasileira. À frente do Cidade Alerta, um dos programas de maior audiência da RecordTV, Bacci tem um passado desconhecido por muita gente.

Publicidade

Nascido em 12 de março de 1984, Bacci se formou em jornalismo em 2006, pela Universidade de Mogi das Cruzes. Mas a história do “menino de ouro”, apelido dado pelo saudoso Marcelo Rezende, não começou depois disso.

Para quem não se lembra, Bacci estreou na TV ainda com 13 anos, em 1998, quando apresentou o programa infantil Domingo no Palco, na extinta Rede Manchete. 

Publicidade

Três anos depois, Bacci teve uma passagem de quatro anos por uma das afiliadas da TV Globo, a TV Diário, de Mogi das Cruzes. Entre 2001 e 2005, Bacci apresentou o Estação Mix, um programa de auditório com bastante audiência na região.

Publicidade

Ele ficou na afliada da TV Globo até 2007, quando foi contratado pela emissora de Silvio Santos para ser repórter do SBT Brasil. No SBT, Bacci fez coberturas importantes,  como o desastre com o avião da TAM em Congonhas, a morte de Michael Jackson, entre outras.

Publicidade

“Quebrei a cara, me arrependi”: o passado de Bacci que ele tanto quer esquecer

Bacci, apesar de ser muito bom no que faz, ganhou notoriedade e fama na tela da RecordTV. No auge de sua carreira, ele optou por trocar a RecordTV pela Band, com promessa de um programa diário, e outro na linha de game show aos domingos. O game show nunca saiu do papel, já o diário, durou apenas 10 meses. 

Bacci conta que acordou e descobriu que seu programa seria retirado do ar na Band. Após a rescisão, Bacci voltou para a RecordTV com 50% do salário que ganhava antes de sair da emissora de Edir Macedo. 


“Você acorda de amanhã e descobre que não vai ter um auditório e microfone para falar com o público, você entra em parafuso”,
disse em sua participação no programa do Gugu, em 2015. 


“Me arrependi muito de ter saído. Fui pra Band para realizar o sonho que era ter um programa de auditório, fui e quebrei a cara. Eu falei para Record que queria voltar, porque aqui minha carreira deslanchou, o público me cobrava para voltar. As pessoas olham nos olhos e sabe quando você faz por dinheiro e por amor à profissão”
, disse ele.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Anna Müller

Bastante ativa nas redes sociais, escrevo conteúdo sobre os mais diversos assuntos para a plataforma i7 Network.