in

Cantor de pagode morre aos 38 anos vítima de Covid-19; família fica desolada: ‘Uma pessoa com muita saúde’

Envato

A pandemia do coronavírus segue impactando a população mundial em larga escala. Cantor de pagode e samba bastante conhecido no litoral paulista, Alex Lima se tornou mais uma vítima da Covid-19.

Publicidade

O artista de 38 anos não resistiu às complicações oriundas da doença, e morreu na última quarta-feira (18), em Praia Grande. Em entrevista ao G1, a prima de Alex Lima, Maria Lenilda Fernandes de Lima, lamentou o ocorrido, e disse que o cantor tinha uma vida saudável. 


“Ele era uma pessoa com muita saúde. Tanto que ainda é difícil de acreditar que ele morreu com essa doença. Cheguei a falar com ele dias antes de ele morrer, e ele disse que estavam passando os riscos. Perder ele assim, tão novo, é uma dor gigante. Estamos de coração partido”,
afirmou Maria Lenilda. 

Publicidade

Alex Lima ficou internado por mais de 20 dias em uma unidade hospitalar após ser diagnosticado com quadro de infecção da Covid-19. O artista deixa a esposa e três filhos de outro casamento. 

Publicidade

Familiares do cantor desabafaram também nas redes sociais, enfatizando os riscos da Covid-19 e destacando a importância de seguir todos os protocolos de segurança, uma vez que o vírus ainda não foi superado, e que uma “segunda onda” se aproxima.

Publicidade

No Brasil, a Covid-19 já vitimou mais de 166 mil pessoas, e os números seguem crescendo exponencialmente nos últimos dias, depois de uma queda. 

Repercussão

Apaixonado pela música, Alex Lima era bastante querido no ramo musical, tanto que após a triste notícia ser oficializada, a perfil dele no Facebook ficou repleto de mensagens de fãs e amigos, que prestaram solidariedade aos familiares e destacaram que o cantor sempre será lembrado pelo modo alegre de viver.  

Publicidade
Publicidade
Publicidade