in

Betty, a Feia: conheça as polêmicas em torno da versão infantil da novela de grande sucesso mundial

Divulgação/Estrelalatina

Recentemente, a novela mexicana ‘Betty a Feia em Nova York’ esteve na grade do SBT e fez o maior sucesso com o público brasileiro. A grande protagonista dessa versão foi a atriz Elfer Torres, juntamente com Erick Elías. Uma curiosidade é que nesse folhetim, a heroína da trama pela primeira vez tinha um visual diferente e adotou os cabelos cacheados.

Publicidade

‘Betty a Feia em Nova York’ é uma versão mais moderna do clássico de Fernando Gaitán, que encantou gerações. O folhetim original foi ao ar pela primeira vez na Colômbia em 1999. No Brasil, essa versão foi exibida alguns anos depois pela emissora Rede TV. A história central gira em torno de uma mulher que é considerada feia e, depois passa por uma transformação, acaba sendo admirada por todos.

O enredo acabou se tornando um grande fenômeno no mundo inteiro, sendo considerada uma das melhores novelas de todos os tempos. A trama ‘Yo So Betty, La Fea’ foi exibida em mais de 180 países e teve mais de 30 versões. Inclusive, no Brasil, uma versão foi produzida pela emissora do Bispo Edir Macedo, da Record TV.

Publicidade

O grande êxito da trama fez com que a produtora responsável pela novela, a RNC na Colômbia, que foi o canal original da novela continuasse investindo em uma continuação que recebeu o nome de ‘Ecomoda’ e também uma versão para crianças, intitulada ‘Bettyy La Feita’, que acabou sendo menos popular e quase desconhecida do grande público.

Publicidade

A versão infantil de ‘Betty a Feia’ foi transmitida na Colômbia no ano de 2001, no período de férias de final de ano, e acabou gerando bastante polêmica. O especial teve poucos capítulos, mas tinha a mesma história da sua versão original e era protagonizada por crianças. As polêmicas sobre a trama infantil acabaram se dando devido às situações que eram consideradas um tabu na ocasião.

Publicidade

Com um personagem homossexual, a sedução entre Marcela e Armando entre outras coisas, a trama infantil acabou dando o que falar. Apesar de ter sido criticada, a atriz Alejandra Botero, que deu vida à pequena Betty, contou ter ficado feliz com o trabalho e chegou a receber elogios da estrela Ana María Orozco, que foi a estrela que deu vida à personagem original.

Publicidade
Publicidade
Publicidade