in

Conheça as diferenças entre as duas versões de A Usurpadora

Televisa

A novela A Usurpadora foi produzida há 22 anos e continua atual na memória dos fãs, que sempre ficam na esperança do título ser reprisado mais uma vez pelo SBT. A Usurpadora foi uma das novelas mais famosas do mundo, sendo exibida em vários países com diferentes dublagens.

Publicidade

Em 2019, foi produzida uma nova versão do folhetim, mas a história não foi fiel ao seu contexto de origem, passando por algumas modificações no enredo.

Veja agora as principais diferenças entre as duas versões de A Usurpadora.

Publicidade

Duração da trama


A versão de 1998 da história de Paola Bracho e Paulina Martins teve 120 capítulos, mas a refilmagem foi bem mais curta, ficando no ar apenas 25 capítulos de menos de uma hora cada. Apesar da versão compacta, a nova Usurpadora não deixou a desejar para quem assistiu.

Publicidade

Cenário de fundo


Enquanto na versão de 1998, Paola usufruía da fortuna de seu marido milionária, um empresário bem-sucedido no ramo de cerâmicas, A nova Usurpadora é a primeira-dama do México e toda a história gira em torno de uma família presidencial.

Publicidade

Os filhos de Carlos Daniel


Na versão com Gaby Spanic, Carlos Daniel era pai de um casal de filhos pequenos, fruto de seu primeiro casamento em que a esposa faleceu. Na nova versão de A Usurpadora, Paola e o marido são pais de dois adolescentes, sendo que o mais velho, Emilio, é um rebelde sem causa que tenta preencher o vazio de sua alma com drogas e álcool. Na novela de 1998, Carlinhos era o filho mais velho e o menino era mimado e muito carente, dependendo da atenção dos pais para se sentir feliz.

O local de crescimento das gêmeas


Enquanto em A Usurpadora de 1998 as gêmeas Paola e Paulina nasceram e cresceram no México, mas em cidades diferentes, na nova versão, ambas nascem na Colômbia, mas apenas uma é adotada por uma família do México, crescendo no país, enquanto a outra vive na cidade de origem até a vida adulta.

Mudança no nome dos personagens


Carlos Daniel não tem o mesmo nome na nova versão. Em 2019 ele se tornou Carlos Bernal. A maior parte dos personagens não possuem os mesmos nomes da novela de 1998. Continuaram com os mesmos nomes apenas os personagens Dona Piedade, Paola, Paulina e Lisette.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Guti M

Redator de entretenimento e curiosidades