in

Conheça a polêmica versão infantil da novela Betty, A Feia

RCN

A primeira versão da novela Betty, A Feia, é de origem colombiana e acabou se tornando um dos maiores sucessos da teledramaturgia mundial, sendo exibida em dezenas de países, incluindo no Brasil. A história da moça pobre, inteligente, porém feia e menosprezada por sua aparência logo ganhou fãs e novas versões em diferentes países.

Publicidade

No Brasil foram exibidas quatro versões: a original da Colômbia, Que se chama Yo Soy Betty, La Fea, mas no Brasil se tornou apenas Betty, A Feia; a mexicana, que ganhou o nome de A Feia Mais Bela; a brasileira, protagonizada por Gisele Itiê e que ganhou o nome de Bela, A Feia; e a dos Estados Unidos, produzida pela Telemundo com o nome de Betty, A Feia em Nova York.

Na Colômbia, o sucesso foi tão grande que deu origem a uma versão infantil, que apesar de trazer bons resultados para a emissora RCN, também gerou muitas polêmicas, pois o público mais conservador não aceitava que crianças estivessem em meio a personagens adultos e falando sobre temas tão delicados, como a homossexualidade.

Publicidade

Na trama tem um estilista homossexual, e na história, os fãs não gostaram de ver alguém com essa orientação em meio as crianças. Um casal romântico também foi criticado em meio a história, e a protagonista, que era constantemente maltratada por ser muito feia, também foi alvo de críticas. Os mais conservadores também reprovaram o fato de o casal protagonista de 12 anos ter seus jogos de sedução, apesar de ser algo inocente para a época.

Publicidade

A trama contou com atores entre seus 10 e 14 anos. O enredo era o mesmo da novela adulta, com dilemas amorosos e conversas de cunho sexual, algo que hoje em dia não seria não natural. Os atores mirins praticamente reproduziram a novela original, sem adaptações, em uma exibição compacta.

Publicidade

Alejandra Botero, que interpretou Betty, revelou que apesar das críticas, a intérprete da Betty original havia lhe parabenizado por sua atuação. A trama ficou pouco tempo no ar e foi exibida como programação de especial de fim de ano em 2001, mas foi exibida em outros países, como na Telemundo Internacional.

Publicidade

Escrito por Guti M

Redator de entretenimento e curiosidades