in

Amigos de cineasta assassinado no Rio fazem gesto comovente para ajudar filho do produtor de apenas 2 anos

Reprodução - Instagram - Cadu Barcellos

O crime de assassinato do cineasta Cadu Barcellos, ocorrido na madrugada da última terça-feira (10) comoveu o país. Integrante do grupo Porta dos Fundos, o produtor de 33 anos acabou morrendo no Centro do Rio de Janeiro, após ser alvo de facadas.

Publicidade

Diante da morte repentina de Cadu, amigos do cineasta se uniram para cobrir todos os gastos da escolaridade do filho do produtor até que ele atinja a maioridade. A criança tem dois anos, e costumava aparecer em várias fotos que o pai publicava nas redes sociais. 

O grupo de amigos pretende arrecadar ao menos R$ 200 mil. Até a tarde desta quinta-feira (12), mais de R$ 135 mil já havia sido arrecadado. De acordo com os organizadores da vaquinha virtual, todo o dinheiro será repassado diretamente para a esposa de Cadu Barcellos. Os interessados podem contribuir com valores entre R$ 50 mil e R$ 10 mil. 

Publicidade

Assalto

De acordo com William Oliveira, amigo de Cadu, o cineasta foi vítima de um latrocínio. 

Publicidade

“Cadu foi assassinado possivelmente por causa de um celular, um Riocard e um punhado de reais”, disse.

Publicidade

Após ser ferido pelas facadas, Cadu Barcellos ainda correu implorando por socorro, no entanto, acabou não resistindo e morreu na Avenida Presidente Vargas. Quando a polícia chegou ao local, o produtor já não apresentava sinais vitais.

Revolta

No sepultamento de Cadu realizado nesta tarde, o pai do produtor, William Silva, fez um desabafo comovente, classificando a ação criminosa como uma “covardia”. 

“Ele era maravilhoso, bom filho, bom pai. Um garoto sensacional. É muito difícil para mim. Foi muito triste, eu não quero desejar para ninguém”, desabafou o pai da vítima.

Publicidade
Publicidade