in

Polícia conclui que músico tirou a própria vida aos 48 anos; deixou 2 filhos e esposa grávida

Não é exagero dizer que Portugal parou para lamentar a morte do músico Tony Lemos. Ele, que fez um imenso sucesso internacional no início da década de 2000, é mais uma celebridade que nos deixou em 2020. A Polícia portuguesa ainda chegou a conclusão de que o artista atentou contra a própria vida.

Publicidade

Tony Lemos fazia tratamento com remédios e processos terapêuticos. Um dos pontos alegados para a grave piora no quadro depressivo do músico foi o isolamento social provocado pela pandemia de coronavírus.

Dentre os trabalhos mais memoráveis que Tony Lemos participou está a fundação do grupo de eurodance Santamaria. O sucesso na época foi tamanho que rompeu barreiras, dando fama internacional ao artista.

Publicidade

Tony Lemos tirou a própria vida aos 48 anos

O tratamento de Tony já durava dois anos, os quais, segundo o noticiário do portal Terra, foram lutados bravamente pelo músico. Ele foi encontrado morto dentro de sua própria residência, como já era de conhecimento público que o músico batalhava contra uma depressão, não demorou para que se cogitasse que ele teria tirado a própria vida.

Publicidade

Tony deixou dois filhos e mulher grávida

Tony Lemos seria pai pela terceira vez, o que aumentou ainda mais a comoção em relação à sua perda. A imprensa local disse que o artista conseguiu arrebanhar uma grande quantidade de pessoas de toda uma geração que apreciava o estilo dançante que sua banda trabalhava. Alguns famosos portugueses também se manifestaram em solidariedade à família pela perda do ícone. Canais de TV ainda lembraram a perda do também português Pedro Lima, somente um ano mais velho que ele, que faleceu em junho pelo mesmo motivo.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Evandro

O mundo do entretenimento é a minha vida.