in

Goleiro Bruno testa positivo para a Covid-19 e quadro clínico do jogador ainda é um mistério

O Tempo

Pouco menos de um mês depois de um quadro grave de infecção alimentar, o goleiro Bruno, condenado por ordenar o homicídio da modelo Eliza Samudio, testou positivo para a Covid-19, às vésperas de mais um compromisso da sua equipe, o Rio Branco-AC, na disputa da Série D do Brasileirão. 

Publicidade

Além do arqueiro, outros 14 jogadores do elenco e o técnico do Estrelão, Walter Amaral, testaram positivo para a doença, desfalcando assim a equipe no duelo contra o Galvez, deste último sábado (07), que ficou empatado em 1 a 1. Bruno e os companheiros devem passar cerca de duas semanas em quarentena. 

No Instagram, o clube não deu detalhes sobre o quadro clínico dos jogadores após a testagem positiva para o coronavírus. Em seu perfil oficial na plataforma, Bruno não fez nenhum tipo de publicação sobre o assunto. A última vez que o goleiro postou algo foi na última semana. Com isso, o mistério acerca da saúde do jogador fica no ar. 

Publicidade

Recentemente, em uma confusão nas redes sociais por conta da morte de um ex-goleiro português chamado Bruno, e o quadro de infecção do arqueiro do Rio Branco-AC, chegou a ser especuladas fake news, noticiando a morte de Bruno Fernandes de forma inverídica. 

Publicidade

Situação da equipe

Com o empate no clássico local contra o Galvez, o Rio Branco estaciona na quarta colocação do Grupo A1 da Série D do Brasileirão, com 18 pontos. Vencedor na rodada, o Independente, do Pará, saltou aos 14 pontos, e se aproximou do Estrelão na luta pela vaga à próxima fase.

Publicidade

O próximo compromisso da equipe acreana está marcado para a próxima sexta-feira (13), às 18h, diante do lanterna Atlético-AC.

Publicidade