in

Após ser proibido de falar de Flávio Bolsonaro, Bonner exibe denúncia contra o senador

Reprodução Globo

William Bonner foi proibido de abordar o suposto esquema de “rachadinha” envolvendo o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ). Flávio entrou na Justiça contra a Globo e todos os telejornais da emissora ficaram impedidos de divulgar dados sigilosos do caso. A emissora recorreu da decisão, mas foi derrotada novamente.

Publicidade

Nesta quarta-feira (4), William Bonner voltou a falar sobre o caso no Jornal Nacional. A notícia veiculada pela Globo não era sigilosa por isso pôde ser noticiada normalmente, ao vivo, durante o telejornal mais assistido da TV brasileira.

“O Ministério Público do Rio denunciou o senador do Republicanos, Flávio Bolsonaro, e ex-assessor Fabrício Queiroz pelo esquema de ‘rachadinha’ na Assembleia Legislativa do Rio”, anunciou Bonner. Em seguida, entrou no ar a reportagem sobre com mais detalhes do caso.

Publicidade

JN exibe denúncia contra Flávio Bolsonaro

De acordo com a reportagem do Jornal Nacional, Fabrício Queiroz movimentou R$ 1,2 milhão entre janeiro de 2016 e janeiro de 2017. Além de Flávio e Queiroz, outros 15 investigados são acusados de fazerem o esquema da “rachadinha”.

Publicidade

A reportagem do Jornal Nacional mostrou ainda que uma ex-assessora de Flávio, Luiza Souza, confirmou a procuradores do Ministério Público que nunca atuou como funcionária e contou que era obrigada a devolver mais de 90% do salário. Entre 2011 e 2017, ela transferiu R$ 160 mil para Fabrício Queiroz.

Publicidade

Flávio Bolsonaro, Fabrício Queiroz e os demais investigadores foram denunciados por peculato, organização criminosa e lavagem de dinheiro. Após a reportagem, Bonner e Renata leram as notas das defesas de Flávio e de Queiroz.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!