in

Cantor que morreu após grave acidente deve ter órgãos doados; pai faz desabafo emocionante

SNZ

Vítima de um grave acidente no último domingo (1º), o cantor e radialista Giovani Accioly teve morte cerebral confirmada na noite desta quarta-feira (4), em Rio Branco. O artista de 33 anos estava em coma após ter sofrido traumatismo craniano na colisão. O veículo em que ele dirigia acabou se chocando fortemente contra a traseira de uma carreta no município de Tarauacá.

Publicidade

Em estado grave, o cantor não vinha apresentando reação cerebral nos últimos dias. Em suas redes sociais, o pai de Giovanni informou amigos e familiares o falecimento do filho 

“Neste momento, ele chegou ao céu onde encontrou sua mãe esperando junto com Deus. O céu neste instante está em festa com uma contagiante alegria do meu GG”, desabafou o Raimundo Accioly em seu perfil no Facebook.

Publicidade

Equipe médica acaba de nos informar sobre a confirmação da morte encefálica do nosso Giovanni Acioly.Nesse momento ele…

Posted by Raimundo Accioly on Wednesday, November 4, 2020

Doação

Em entrevista ao portal G1, Raimundo disse que solicitou ao hospital da capital acriana que mantenha os aparelhos ligados para preservar os órgãos do filhos, que devem ser doados.

Publicidade

“Amanhã [quinta, 5] vamos conversar com a família pra ver a questão da doação, qual o procedimento e também preparar toda a logística para levarmos ele para Tarauacá e fazermos uma grande despedida na nossa cidade”, afirmou de forma emocionada o pai do artista.

Publicidade

Repercussão

Após o grave acidente de Giovani, vários amigos, fãs e familiares se mobilizaram realizando correntes de oração, tanto no município do interior, como na porta do hospital em Rio Branco onde o cantor estava internado nos últimos dias.

Na publicação de Raimundo Accioly, várias pessoas mandaram mensagens de homenagem e prestaram solidariedade aos familiares do cantor. Giovani não era casado e não tinha filhos.

Publicidade
Publicidade
Publicidade