in

Filha de jornalista grava vídeo após pai dizer que a castigaria se ela ela fosse estuprada: ‘Me abalou muito’

UOL

Desde que o caso de Mariana Ferrer teria sido julgado como “estupro culposo”, uma série de protestos tomou conta das redes sociais. Indignados com vídeo da audiência, que circulou na web, internautas se posicionaram contra o tratamento que a vítima recebeu. Em contrapartida, houve quem opinasse de forma contrária à grande maioria, como foi o caso do jornalista Rodrigo Constantino.

Publicidade

Durante uma live, o comentarista da Jovem Pan afirmou que castigaria a filha caso ela fosse estuprada, e não denunciaria o crime à polícia. A declaração do jornalista gerou uma onda de revolta nas redes sociais, e acabou culminando em sua demissão da rádio.

Diante da polêmica, Laura Constantino, filha do comentarista, resolveu gravar um vídeo e se pronunciou a respeito da declaração do pai, envolvendo sua pessoa. A jovem disse que ficou bastante abalada com o ocorrido e falou sobre o caso.

Publicidade

Publicidade

“Deus me livre, acontecer comigo, meu pai seria a primeira pessoa que iria ficar do meu lado, iria atrás de quem cometeu esse crime, denunciaria essa pessoa, porque qualquer pessoa, qualquer pai que tem caráter iria fazer isso, uma pessoa boa iria fazer isso”, disse Laura, defendendo Rodrigo Constantino dos ataques virtuais.

Publicidade

“Ter que ler uma coisa assim do meu pai realmente me abalou muito”, declarou a filha de Constantino, após dizer que recebeu inúmeras mensagens de críticas ao pai, muitas delas afirmando que o jornalista seria a favor do estupro.

Por fim, a jovem reiterou seu pensamento e afirmou que o pai, com certeza, ficaria do seu lado caso ela fosse vítima de tal ato criminoso.

Publicidade
Publicidade