in

Sentença de ‘estupro culposo’ em caso Mari Ferrer gera revolta de famosos e anônimos na web: ‘Até quando’

Tribuna de Jundiaí

O caso da influenciadora Mariana Ferrer voltou a ser um dos temas mais comentados nas redes sociais nesta terça-feira (3). Isto porque, o site “The Intercept Brasil”, publicou uma reportagem mostrando um vídeo onde o juiz do caso aparece sentenciando o ato como “estupro culposo”, algo não descrito no Código Penal.

Publicidade

O vídeo acabou viralizando nas redes sociais e gerando uma onda de protestos e pedidos de petição contra o juiz. Nas imagens reveladas, o advogado de defesa do empresário André de Camargo Aranha, réu no processo, aparece humilhando Mariana Ferrer durante o julgamento, sem nenhum tipo de intervenção do juiz.

Famosos repercutem

O assunto logo se tornou um dos mais comentados do Twitter, figurando no topo do Trending Topics, e não demorou muito tempo para algumas famosas repudiarem a sentença do juiz e a humilhação que a influenciadora passou.

Publicidade

“Vocês acham possível estuprar SEM QUERER? Estupro culposo é o ato de estuprar alguém sem intenção de estuprar ou de julgar alguém sem a intenção de condenar? #estuproculposonãoexiste”, disparou a atriz Bruna Linzmeyer. 

Publicidade

Também em seu perfil no Twitter, a cantora Iza se pronunciou: “Estupro culposo não existe”. 

Publicidade

“Até quando isso”, indagou a ex-BBB Rafa Kalimann.

Petição

Logo após o vazamento das imagens e a divulgação da sentença inexistente, internautas criaram uma petição para ajudar a jovem Mariana Ferrer. Até o fechamento desta matéria, mais de 2,2 milhões de pessoas já haviam assinado o pedido. 

Para fazer parte da petição, basta inserir nome, sobrenome e endereço de email.

Publicidade
Publicidade
Publicidade