in

Carla Vilhena dispara contra jornalista que escreveu sobre a morte de Tom Veiga: ‘Papagaio de espuma’

Rede Globo | Twitter Tony Goes

A morte de Tom Veiga, intérprete de Louro José, tem repercutido nas redes sociais. O ator faleceu no último domingo (1), após sofrer um AVC (Acidente Vascular Cerebral). A notícia pegou a todos de surpresa e gerou uma comoção nacional. O intérprete de Louro José alegrou as manhãs brasileiras por mais de duas décadas ao lado de Ana Maria Braga.

Publicidade

Após a notícia sobre a morte, famosos e anônimos prestaram inúmeras homenagens ao artista. Tom era considerado uma unanimidade entre os amigos devido ao seu bom-humor e companheirismo. Na última segunda-feira (2), Ana Maria comandou o Mais Você sem a presença de Tom e afirmou que estaria destruída após a perda do amigo.

Entre elogios e homenagens, o colunista da Folha, Tony Goes, escreveu um texto polêmico sobre a morte de Tom Veiga e recebeu duras críticas nas redes sociais. De acordo com o site RD1, a jornalista Carla Vilhena saiu em defesa de Tom e disparou contra Goes, afirmando que sua fala havia sido preconceituosa.

Publicidade

No texto publicado por Goes, o jornalista analisou a presença de Louro José na TV: “Aquele papagaio de espuma, ao lado de uma mulher de meia-idade no comando de uma atração para donas-de-casa, era um corpo estranho na tela da emissora”.

Publicidade

A apresentadora da CNN se mostrou incomodada com a fala do jornalista e o criticou. Carla Vilhena afirmou que as conclusões de Goes soavam como aleatórias e preconceituosas, e afirmou que Tom Veiga seria um grande comunicador. Vilhena também saiu em defesa de Ana Maria. “Não é uma ‘apresentadora de meia idade’ e sim, a maior apresentadora viva”, disparou Carla Vilhena. O personagem de Louro José foi criado por Ana Maria Braga no ano de 1996 e acompanhou a apresentadora por quase 25 anos.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade