in

Morte de Gabriel Diniz: FAB traz revelações impactantes acerca das causas que provocaram acidente do cantor

Contigo

Pouco mais de um ano do trágico acidente que vitimou o cantor Gabriel Diniz, o Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos) divulgou na última quinta-feira (29), um relatório acerca das causas que provocaram a queda da aeronave que transportava os pilotos e o artista.

Publicidade

De acordo com o órgão da FAB, condições meteorológicas adversas, atitude e indisciplina de voo do piloto culminaram na queda do avião. O Cenipa aponta que os pilotos Linaldo Xavier e Abraão Farias, tomaram decisões classificadas como erradas durante a operação do avião modelo Piper Cherokee PT-KLO.

O relatório afirma que o piloto não avaliou de forma adequada os parâmetros para a operação da aeronave decidindo continuar um voo considerado de risco em função de condições climáticas desfavoráveis. 

Publicidade

O avião acabou apresentando problemas, e caiu no Povoado Porto do Mato, na cidade de Estância, em Sergipe. 

Publicidade

Sem certificado

Além disso, o documento ainda aponta que o avião não estava equipado com o radar meteorológico e não tinha certificação para voar sob Regras de Voo por Instrumentos (IFR).

Publicidade

O piloto Linaldo Xavier possuía a habilitação para pilotar dentro do prazo de validade e tinha 83h50 de experiência de voo. No entanto, ele só tinha qualificação para realizar voos em rotas de condições estritamente visuais.

A morte de Gabriel Diniz teve uma ampla repercussão e comoveu fãs, amigos do ramo musical e de inúmeras pessoas. Conhecido um astral diferenciado, o cantor tinha 28 anos, e estava se deslocando para visitar a namorada após uma apresentação.

Publicidade
Publicidade
Publicidade