in

Justiça toma primeira decisão em torno do divórcio de Gusttavo Lima e Andressa Suita; cantor não quer briga

Fotomontagem: Bruno Avila / Reprodução Instagram/Gusttavo Lima / Divulgação/Gusttavo Lima

Após três semanas de turbulência, a separação de Gusttavo Lima e Andressa Suita continua rendendo. Neste fim de relacionamento, muitos rumores surgiram, de possíveis casos de traição do sertanejo e até mesmo possibilidade de reconciliação. No entanto, o enlace matrimonial dos artistas que durou cinco anos, parece mesmo que teve um ponto final, e o assunto agora muda de temática, indo para o divórcio.

Publicidade

De acordo com informações reveladas pelo jornal Extra nesta sexta-feira (30), a Justiça já tomou a primeira decisão acerca do divórcio entre os dois. Responsável por pedir a separação, Gusttavo Lima terá que desembolsar 54 salários mínimos por mês para a ex-esposa e os dois filhos, Gabriel, de 3 anos, e Samuel de 2. Os valores foram determinados judicialmente na última semana, e serão válidos por um ano.

Além dessas despesas, o Embaixador ainda ficará encarregado de bancar a escola e planos de saúde dos dois herdeiros. 

Publicidade

Embaixador tranquilo

Ainda de acordo com apuração do jornal Extra, amigos mais próximos de Gusttavo Lima destacaram que o sertanejo não quer brigar com a ex-esposa por conta de dinheiro. Em entrevista recente após a separação ao colunista Leo Dias, o Embaixador deixou bem claro que não faria questão de pagar a pensão para os filhos, e disse que não pretendia nem mesmo utilizar a Justiça para essa definição.

Publicidade

“Tem que pagar R$ 100 mil de pensão? Eu vou pagar e acabou… E isso não é coisa que tem que ir para juiz. Eu resolvo com ela. Andressa também tem direito a uma pensão, tudo bem, eu pago”, disse o sertanejo na oportunidade.

Publicidade

A publicação do jornal destaca também que os advogados do sertanejo tentaram um acordo com Andressa Suita acerca dos bens que ela pretende ficar, mas que a modelo teria rejeitado e entrou na disputa pela divisão. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade