in

Repórter quer ser a primeira mulher trans a sentar na bancada de um telejornal

google

Lisa Gomes quebrou paradigmas e rompeu barreiras até então intransponíveis. Se tornou a primeira mulher trans a ser repórter de um programa de televisão aberta no Brasil. Carismática e talentosa, ela faz parte do elenco do TV Fama, exibido de segunda a sexta-feira na tela da RedeTV!. Mas ela quer mais…

Publicidade

A repórter sonha em ser novamente a pioneira em outro cargo na televisão: o de âncora. Lisa quer se tornar a primeira transsexual a sentar na bancada de um telejornal. “Seria incrível ver uma mulher trans informar à população com credibilidade, imparcialidade. Por quê não? Tenho certeza de que um dia isso vai acontecer”, relatou.

Para ela, o céu parece ser o limite. Além de jornalista do mundo das celebridades, Lisa também tem outras facetas artísticas, como a dramaturgia. “Sonho em atuar em uma novela. Comecei no teatro, quero que as pessoas me vejam como atriz. Iniciei como ator, mas não estava feliz naquele momento. Agora, sim, posso atuar da forma que sempre desejei. Como mulher será diferente a minha vida. Estou em outra época e muito bem resolvida”. 

Publicidade

Ela conta que chegou a ficar com meninas, sendo pressionada pela família, antes de se descobrir transexual. “Nunca fiz sexo com nenhuma mulher, nunca senti prazer com mulheres. Lembro que fiquei com essa menina na adolescência, e falei: ‘Não consigo, não quero’.”

Publicidade

Atualmente, Lisa é casada com seu empresário, Paulo Roberto. Os dois se conheceram em um show do cantor Roberto Carlos e estão juntos há dois anos. A jornalista diz que sonha em ter filhos.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Bruno Tálamo

Bruno Tálamo é jornalista de formação e, atualmente, colunista do programa A Tarde é Sua da RedeTV!. Começou a carreira como locutor de rádio até migrar para a televisão. Com passagens pela Band e RecordTV, é considerado uma das principais revelações do colunismo de celebridades.
Siga no Instagram: @brunotalamo