in

Reportagem traz revelações importantes sobre novo crime cometido por assassino do ator Rafael Miguel

G1

Foragido pelo assassinato do ator Rafael Miguel e dos pais dele, ocorrido em 2019, o empresário Paulo Cupertino cometeu mais um crime para continuar se desvencilhando das buscas da polícia.

Publicidade

Em reportagem exclusiva exibida pela Record, foi constatado que Cupertino emitiu uma certidão de nascimento falsa em Rio Brilhante, cidade do interior do Mato Grosso do Sul. A ação do empresário se deu para que, posteriormente, ele obtivesse um documento de identidade original no Paraná.

Contudo, o cartório de Rio Brilhante encaminhou um ofício à Polícia Civil informando que não havia nenhum registro de nascimento de Manoel Machado da Silva na cidade. A descoberta escancarou mais um plano de fuga montado por um dos criminosos mais procurados do país no momento.

Publicidade

Depois da certidão, Paulo Cupertino conseguiu o documento de identidade nova em Jatazinho, município de aproximadamente 12 mil habitantes, e que fica a 30 Km de Londrina. 

Publicidade

Responsável por emitir o documento falso, o servidor não compareceu ao local de trabalho na última terça-feira (27), mas prestou depoimento na Polícia Civil sobre o caso. 

Publicidade

“Se eu soubesse já tinha até mandado para a intervenção documental, você entendeu?”, disse o funcionário quando perguntado se tinha conhecimento da veracidade do documento apresentado por Cupertino.

O funcionário ainda negou ter reconhecido o criminoso, e muito menos ter recebido alguma quantia para que pudesse fazer “vista grossa” diante da fraude.

Cancelado

O RG falso em nome de Manoel Machado da Silva foi cancelado, e o criminoso segue sendo procurado na região em patrulhas da polícia. Paulo Cupertino esteve presente no local de emissão de identidade duas vezes, a primeira delas duas semanas após ceifar a vida do namorado da sua filha e os pais do jovem Rafael.

Publicidade
Publicidade
Publicidade