in

Luto na música: querido cantor brasileiro morre após complicações de saúde e fãs ficam desolados

Envato

A música brasileira perdeu mais um música de expressividade em 2020. Cantor, compositor e violinista, Sérgio Augusto Sarapo morreu neste domingo (25), em Denver, nos Estados Unidos, após complicações em seu quadro de saúde. O músico faria 80 anos nesta quinta-feira (29). A notícia acerca do falecimento do artista foi veiculada por Carlos Bozzo Junior, da coluna Música Em Letras, da Folha de São Paulo.

Publicidade

Segundo o colunista, Sérgio Sarapo estava embarcando para São Paulo na última semana, onde gravaria um novo disco e cumpriria a agenda com alguns shows, quando se sentiu mal e teve que ser encaminhado para um hospital. Após atendimento, ficou constatado que o músico havia sofrido um infarto. 

Internado, Sérgio teve seu quadro clínico se complicando após a descoberta de uma hemorragia oriunda de três úlceras e insuficiência renal. Diante dessa situação, o cantor não conseguiu se recuperar e faleceu no último domingo no país norte-americano, onde residia. As informações acerca do sepultamento do artista não foram divulgadas pelos familiares.

Publicidade

Sérgio Augusto Sarapo deixa a esposa deixa a esposa Victoria B. Sarapo e a filha Joyce Regina B. Sarapo Fox.

Publicidade

Live recente

Neste período de pandemia, Sérgio Augusto também aderiu a “moda” das lives e fez uma apresentação diretamente de Denver. Além dos Estados Unidos, o músico chegou a realizar vários shows no Japão, onde era bastante conhecido, em Portugal e outros países. Em sua carreira, ele se destacou como compositor de trilhas e jingles no mercado publicitário, faturando o renomado 13 Clio Awars, um dos maiores prêmios na publicidade internacional. O brasileiro deu sonoridade a marcas tradicionalíssimas como Chevrolet, Nissan, Oral-B, Vigor e Coca-Cola.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade