in

Fantástico mostra embaixadora das Filipinas agredindo empregada doméstica dentro da residência oficial

Metropoles/Montagem

O Fantástico exibiu uma reportagem onde mostra a embaixadora das Filipinas no Brasil agredindo uma empregada doméstica. A série de vídeos chocantes mostra a doméstica sendo agredida dentro da residência diplomática. As imagens impactantes foram usadas como provas em uma denúncia que foi realizada contra a embaixadora no final do mês de agosto.

Publicidade

A embaixadora das Filipinas, Marichu Mauro, está no país há dois anos e meio. Desde que ela chegou ao Brasil, teve uma vida pública bem badalada, inclusive foi o próprio presidente do país, na ocasião Michel Temer, o responsável por recepcionar Marichu.

A embaixadora filipina teve presença marcada em diversos eventos, e no começo deste mês de outubro, ela chegou a receber uma condecoração do atual presidente brasileiro, Jair Messias Bolsonaro. Contudo, o que as pessoas não sabem, é que a menos de dois quilômetros de distância do Palácio do Planalto, sob a proteção dos muros da embaixada, a diplomata praticava terríveis agressões repetidamente a uma empregada doméstica.

Publicidade

A empregada doméstica que sofria as agressões tem 51 anos, ela também é filipina e trabalhava na residência oficial da embaixada que fica nos fundos do prédio principal. Ela era submetida a beliscões, puxão de orelha, tapas e tudo foi registrado pelas câmeras de segurança que foram instaladas no local.

Publicidade

As imagens que foram registradas pelo circuito interno de segurança da embaixada já foram encaminhadas à Justiça. Os vídeos servirão de prova para a denúncia que foi realizada por funcionários de representação ao Ministério Público do Trabalho, em Brasília. Um inquérito foi aberto para apurar o fato.

Publicidade

Um dos funcionários que trabalha no local e não teve sua identidade revelada contou que a mulher chegou a ser agredida pela embaixadora diversas vezes, por vários dias. A vítima não está mais no Brasil e saiu do país nesta última quarta-feira, 21 de outubro. Ela não quis gravar entrevista e se limitou a dizer que estava contente por voltar para sua casa.

Publicidade
Publicidade
Publicidade