in

Juliana Didone se arrepende de procedimento perigoso no parto da filha: ‘Meu mundo caiu’

Instagram: Juliana Didone

Juliana Didone passou por uma situação difícil quando a sua filha veio ao mundo, a pequena Liz, que atualmente está com dois anos. A atriz afirma que se culpa por ter autorizado que a equipe médica fizesse um procedimento perigoso, que hoje em dia nem é mais usado, para que a menina nascesse de parto normal. A decisão causou ferimentos na herdeira e a deixou desesperada. A bela declarou que o seu mundo caiu diante da situação.

Publicidade

Em um programa no GNT, a atriz afirmou que fez de tudo para dar à luz naturalmente, mas, após dois dias de tentativa foi necessário fazer cesárea.

A artista ressaltou que, embora tenha passado muito mal e sentir que precisava abrir mão da sua vontade, a equipe de profissionais insistiu para que ela continuasse o parto sem intervenção cirúrgica.

Publicidade

Juliana iniciou dizendo que tinha se preparado muito para ter um parto natural. Tinha toda uma equipe preparada para esse momento e, após 24 horas de trabalho de parto na banheira de plástico na sua sala, ela foi para o hospital. Os médicos disseram para ela não desistir e continuar tentando, mas o seu instinto materno já estava pedido o plano B, embora as pessoas dissessem que não.

Publicidade

Em seguida, Juliana acabou aceitando a proposta de forçar a criança a nascer usando um procedimento que nem é usado mais hoje em dia, pois os pediatras acham uma loucura, é uma espécie de vácuo, que puxa o bebê.

Publicidade

Didone relembra que quando amanheceu, ela já estava exausta. No decorrer do processo, ela seguiu o conselho da sua mãe e pediu pela cesariana. Liz nasceu com a cabeça toda ferida pelo procedimento, e precisou ser levada para a incubadora.

Publicidade
Publicidade