in

Advogada detalha graves denúncias contra Marcius Melhem nos bastidores da Globo e escândalo vem à tona

Globo - Divulgação

Afastado da TV Globo, Marcius Melhem tem sido alvo de fortes acusações feitas por mulheres que trabalhavam na emissora. Em entrevista para a coluna da jornalista Monica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo, a advogada criminalista Mayra Cotta trouxe revelações até então desconhecidas do públicos sobre as denúncias feitas por um grupo de atrizes e profissionais que alegam ter sido vítima de violência sexual e moral praticada sistematicamente pelo humorista.

Publicidade

Na conversa com Monica Bergamo, a advogada afirma que 12 mulheres procuraram a direção da TV Globo para denunciar o humorista. Nenhuma delas teve a sua respectiva identidade revelada.

Logo após o desligamento de Marcius Melhem da emissora, o grupo resolveu procurar Mayra no intuito de mover alguma ação sobre o ocorrido, uma vez que se mostraram insatisfeitas com os desdobramentos do caso. Elas objetivam uma punição maior ao então diretor do núcleo de humor da TV Globo.

Publicidade


“Foram casos de assédio sexual mesmo. De mulheres falando não, não quero, me solta, não vou beijar, não vou ficar com você. E ele tentando, agarrando. Não tem zona cinzenta, isso é violência. E aí tem algo muito sério: ele era chefe delas. Ele tinha uma posição de poder”
, disse a advogada.

Publicidade

Intimidação

Ainda segundo a advogada, Melhem é acusado de intimidar algumas profissionais, com ameaças de prejudicar a carreira das mulheres que o rejeitavam. Além disso, ela reforça que os casos não foram episódios isolados, e sim muito recorrentes, todos utilizando a sua posição de superioridade frente aos outros profissionais. 

Publicidade

A entrevista completa está disponível no site da Folha de S. Paulo trazendo outros detalhes. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade