in

Larissa Manoela, aos 19 anos, desabafa sobre risco de desenvolver câncer de mama precocemente

Larissa Manoela/Instagram | Reprodução

Larissa Manoela, ao entrar para o time de celebridades que lutam nesta campanha pelo Outubro Rosa, evidenciou um assunto muito sério: o câncer de mama. Aos 19 anos de idade, a jovem demonstrou muita maturidade ao abordar o assunto. A atriz e cantora confidenciou aos seus fãs os riscos genéticos que carrega consigo em virtude de uma dolorosa morte ocorrida em sua família. A avó materna, após longo da tratamento contra a doença, acabou não resistindo.

Publicidade

“Hoje, dia 19 de outubro, é o Dia Internacional de Combate ao Câncer de Mama. Doença que levou embora a minha avó materna e que já deixou minha mãe, Silvana, com todos os sinais de alerta ligados algumas vezes”, iniciou a estrela por meio de suas redes sociais.

Na publicação, Larissa Manoela deu conselhos simples e extremamente importantes, tanto para as suas seguidoras mulheres, quanto para aqueles que possuem familiares na faixa-etária cujos exames regulares se tornam vitais.

Publicidade

View this post on Instagram

Vamos conversar sobre um assunto sério?? Ano após ano, durante todo o mês de outubro, a gente vê, lê e ouve notícias sobre câncer de mama. O tal "Outubro Rosa" é muito mais do que uma campanha. É um alerta para que, em especial as mulheres, se cuidem e se conheçam, além de oferecer o máximo de informações sobre a doença. Vocês sabiam que se uma mulher for fumante e não tiver hábitos saudáveis como prática de atividade física e alimentação sem exageros, aumentam e muito as suas chances de ter câncer de mama?? Depois do câncer de pele, o que mais afeta as mulheres no mundo todo é o de mama. Não se pode preveni-la 100%, mas é possível descobrir a doença ainda no comecinho. E quando isso acontece, a possibilidade de cura é bem maior. Gente, é tão simples ter esse diagnóstico precoce, basta ir ao médico de forma regular e preventiva e fazer o autoexame. Mulheres, amem seus corpos!! Por que falar disso aqui?? E por que fazer isso hoje?? Hoje, dia 19 de outubro, é o Dia Internacional de Combate ao Câncer de Mama. Doença que levou embora a minha avó materna e que já deixou minha mãe, Silvana, com todos os sinais de alerta ligados algumas vezes. Com esse meu histórico familiar e todas as informações que felizmente estão ao nosso alcance, eu nunca deixo de fazer meus exames, de observar as mudanças do meu corpo e de manter (ou pelo menos tentar) um ritmo de vida que me dê qualidade de vida quando eu estiver longe dos 20 e poucos anos ? #CombateAoCancerDeMama

A post shared by Larissa Manoela (@larissamanoela) on

Publicidade

Histórico familiar de Larissa Manoela

Conforme mencionado, a estrela perdeu a avó em virtude do câncer de mama, fazendo com que todas as descendentes da familiar acendam o alerta vermelho para a doença. Assim como o câncer de próstata nos homens, o câncer de mama é transmitido geneticamente, tornando algumas pessoas mais propensas ao seu desenvolvimento.

Publicidade

Para manter a consciência tranquila, além dos exames periódicos, Larissa Manoela dividiu com os admiradores o estilo de vida que adota para tentar se manter bem longe da doença. “Com esse meu histórico familiar e todas as informações que felizmente estão ao nosso alcance, eu nunca deixo de fazer meus exames, de observar as mudanças do meu corpo e de manter (ou pelo menos tentar) um ritmo de vida que me dê qualidade de vida quando eu estiver longe dos 20 e poucos anos”, finalizou a artista.

Assim como foi muito bem pontuado por Larissa Manoela, vale ressaltar que a probabilidade de cura do câncer de mama se torna exponencialmente superior quando a doença é descoberta em seus estágios iniciais. Por conta disso, é indispensável a feitura do autoexame de maneira regular, além de consultas periódicas ao médico para exames de imagem.

Depois do câncer de pele, o câncer de mama é a segunda maior responsável pela morte de mulheres em virtude de problemas oncológicos. Hábitos de vida saudáveis, incluindo alimentação balanceada, prática constante de atividades físicas e abandono de vícios, como álcool e cigarro, garante a longevidade do paciente.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Henrique Furtado

Henrique Furtado é um redator com vasta experiência no jornalismo online. Solidificou sua carreira com coberturas marcantes sobre os principais acontecimentos no Brasil e no mundo ao longo da última década. Suas especialidades englobam desde os bastidores da política, versando por esportes, atualidades e, claro, tudo o que acontece no mundo dos famosos. Está sempre ligado para entregar, em primeira mão, as últimas novidades para os seus leitores, 24 horas por dia, 7 dias por semana, 365 dias por ano.

Contato: henriquefurtado.jornalista@gmail.com