in

Atriz Cássia Kis faz desabafo comovente sobre a morte da mãe: ‘Dentro de um saco, sem me despedir’

Instagram | Cássia Kis

A atriz Cássia Kis fez um emocionante desabafo durante uma entrevista à coluna de Patrícia Kogut. A veterana falou sobre a perda da mãe, Piedade Monteiro, no último mês de agosto em meio à pandemia causada pela Covid-19. Cássia contou que a mãe não foi vítima da doença, mas que a família não pôde se despedir. A atriz revelou que pediu para que a mãe fosse bem recebida por espíritos que a conduzissem a um bom lugar.

Publicidade

Cássia lamentou o fato de não poder ter ficado com a mãe em seus últimos dias de vida. A global afirmou que estava organizando sua agenda de trabalho para viajar até a casa da mãe, porém não teve tempo. A artista contou que sua irmã garantiu que a mãe passou os últimos dias feliz e em paz.

De acordo com a Revista Quem, Cássia também comentou a morte da mãe durante uma entrevista coletiva pelo projeto Desalma, nova série do Globoplay. A atriz mencionou que havia perdido a mãe há dois meses e que o projeto teria vindo em um excelente momento. Ainda sobre a morte da mãe, a famosa desabafou.

Publicidade

Ela partiu no fim de agosto, em plena pandemia. Não morreu de Covid, mas foi colocada dentro de um saco como todos; foi-se sem eu vê-la, sem eu me despedir. Enfiaram o corpo dentro de um caixão e não conseguimos nem colocar uma roupa, não a vimos no pós-morte”, contou Cássia Kis.

Publicidade

A global, que viveu a icônica Maria Marruá na novela Pantanal, comentou sobre a expectativa de um remake da obra na Rede Globo. Cássia contou que participou da trama nos anos 90, e que fica feliz pelos pedidos do público para que a novela seja regravada. A atriz de 63 anos disse, ainda, que ficaria muito realizada em viver alguma personagem na nova versão do folhetim.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade