in

Maternidade que privilegiou Gagliasso deve indenizar filho de Elba Ramalho

Portal do Holanda

Recentemente, a maternidade Perinatal, localizada na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, foi acusada de ter dado tratamento privilegiado para Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank, pais de Zyan, que nasceu em julho deste ano. Na ocasião, a unidade deixou que os famosos levassem um fotógrafo profissional para registrar o nascimento da criança, primeiro filho biológico do casal.

Publicidade

O centro médico da unidade de parto carioca foi condenado a desembolsar o valor de R$ 40 mil de indenização ao filho dos cantores filho de Elba Ramalho e Maurício Mattar, o jovem Luã Yvys, de 33 anos de idade.

Luã e a esposa, Amanda Mezkta, tiveram seu bebê no mês de abril deste ano. Durante o parto, a maternidade não permitiu que o fotógrafo entrasse para, assim como Bruno e Ewbank, registrar o nascimento do filho.

Publicidade

Quando Luã e a sua mulher solicitaram a entrada do profissional, a maternidade disse que não seria possível por conta da pandemia do novo coronavírus, que têm feito diversas unidades restringirem o número acesso de pessoas. Apesar da restrição, a Perinatal deixou Gio e Gagliasso tirarem fotos com um profissional, o que revoltou o filho de Elba.

Publicidade

Eu e Luã decidimos mover um processo contra a Perinatal devido ao sentimento de indignação e impotência diante da postura da maternidade em relação a quebra do próprio protocolo que eles criaram“, contou a esposa de Luã em entrevista a um jornal.

Publicidade

Que esse caso sirva de exemplo para que outras famílias que, assim como nós, se sentiram profundamente desrespeitados“, continuou a nora de Elba em suas declarações.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Aurilane Alves

Escrevo sobre os assuntos mais bombados do momento, famosos, curiosidades, notícias em geral.